Governo pretende gastar até R$ 11 milhões com aluguel de viaturas



Intenção é reforçar policiamento na capital e região metropolitana; associação estima que 1.400 veículos estejam parados à espera de conserto

Rei Santos
Opção pelo aluguel é explicada pela "necessidade de ampliar o serviço de patrulhamento ostensivo 24 horas por dia"

O governo do Estado pretende lançar, nos próximos dias, edital de licitação para aluguel de 200 viaturas para a Polícia Militar (PM). A medida divulgada pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária (Sesp) faz parte do plano de ação elaborado para diminuir o número de furtos e roubos em Curitiba e região metropolitana. O custo será de até R$ 11 milhões por ano. Também está no planejamento a compra de armas longas e pistolas. A data do início do reforço no patrulhamento não foi divulgada.
A Sesp não designou ninguém para conceder entrevista para detalhar as medidas. Por e-mail, a assessoria de imprensa da pasta informou que a licitação deve ser lançada em breve pela Secretaria de Estado da Administração e da Previdência (Seap). A empresa responsável pela cessão dos veículos não precisa estar instalada no Paraná, mas a manutenção terá que ser feita em Curitiba ou na região metropolitana. As viaturas quebradas deverão ser substituídas imediatamente.
A opção pelo aluguel das viaturas é explicada pela "necessidade de ampliar o serviço de patrulhamento ostensivo 24 horas por dia", segundo a pasta. No entanto, a assessoria não soube informar quanto seria gasto caso o governo optasse pela compra dos veículos. A última compra de viaturas pelo governo do Estado foi feita em 2012, quando foram adquiridos 1.400 unidades.
Segundo o diretor de comunicação da Associação de Defesa dos Direitos dos Policiais Militares Ativos, Inativos e Pensionistas (Amai), coronel César Alberto Souza, cerca de 1.400 viaturas estão paradas à espera de manutenção no Estado. "As viaturas duram em média dois anos. Elas rodam 24 horas por dia, com seis motoristas diferentes. Um veículo que fica dois anos na mão da polícia equivale a um veículo de dez anos de uso com proprietário único", comparou. A frota da PM e do Corpo de Bombeiros, aponta a Amai, é formada por cerca de 5 mil viaturas.
A associação aprova o novo planejamento, mas lamenta que a medida beneficie apenas Curitiba e região. "Alugar é muito mais rápido. As viaturas sempre estarão em condições de uso e não será necessário adquirir novos veículos. Mas cidades como Cascavel, Ponta Grossa, Londrina, Maringá, Guarapuava e Foz do Iguaçu também precisam de atenção especial", reivindicou. A intenção da Sesp é estender a medida para o interior em um segundo momento.
Os consertos de viaturas são pagos conforme a apresentação de notas fiscais dos serviços. Em 2015, o custo foi de R$ 5,3 milhões. Neste ano, foram gastos R$ 2,8 milhões até o início de abril. Ao todo, 886 ordens de serviço estão em aberto. O número de viaturas paradas não foi divulgado, uma vez que cada veículo pode ter mais de uma ordem de serviço.
O contrato para manutenção da frota do governo estadual, de acordo com a Seap, prevê gasto de até R$ 55 milhões por ano.
Viviani Costa
Reportagem Local
FOLHA DE LONDRINA
Governo pretende gastar até R$ 11 milhões com aluguel de viaturas Governo pretende gastar até R$ 11 milhões com aluguel de viaturas Revisado por Blog do Chaguinhas on 07:30:00 Rating: 5

Anúncios