Últimas notícias

Estado pode ter roteiro de turismo religioso

Durante dez dias, milhares de fiéis participam das celebrações ao padroeiro de Siqueira Campos, no Santuário do Senhor Bom Jesus da Cana Verde


O Paraná pode contar com um roteiro de turismo religioso para atrair turistas e peregrinos para locais de grande expressão religiosa no Estado. A informação foi repassada pelo governador Beto Richa, em Siqueira Campo, no último sábado (5), durante sua visita à Festa do Senhor Bom Jesus da Cana Verde. O evento, que está em sua 86ª edição, faz parte do Calendário Oficial do Estado e é uma das festividades religiosas mais tradicionais do Paraná. A festa teve início no dia 28 de julho e se encerrou no domingo (06), dia do padroeiro.

O Estado, segundo o governador, planeja concluir o roteiro até o ano que vem. "O Santuário do Senhor Bom Jesus da Cana Verde será incluído neste roteiro por ser um dos locais que, tradicionalmente, mais recebem romeiros em todo o Estado", explicou.

Durante os dez dias de celebração do dia do padroeiro, o Santuário recebe cerca de 100 mil fiéis, vindos de diversas cidades do Paraná e também de outros estados, principalmente de São Paulo. Além de excursões de ônibus e carro, muitos romeiros vão a pé ou a cavalo até Siqueira Campos em promessa ao padroeiro.

O governador e a secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, participaram da missa celebrada pelo frei Carlos Gonzaga, pároco do santuário, e visitaram a sala dos milagres, local que reúne itens e fotografias deixadas por fiéis que receberam graças do Bom Jesus da Cana Verde.

O prefeito Fabiano Bueno destacou a importância do evento para Siqueira Campos. "É uma das maiores festas religiosas do Paraná. O municípios se preparou em todos os aspectos para receber todos os romeiros e autoridades que prestigiam este evento."

HISTÓRIA
Frei Marcus Miranda, reitor do santuário, conta que a devoção a Bom Jesus da Cana Verde começou ainda no século 19. A imagem do padroeiro, esculpida em cedro vermelho, foi trazida de Minas Gerais ao município vizinho Carlópolis entre os anos 1820 e 1830. "É uma imagem do tempo do barroco. Não temos dados certos, mas acredita-se que ela foi esculpida por Aleijadinho ou um de seus discípulos", disse Frei Marcus.

"A imagem representa o Jesus sofredor, açoitado na casa de Pilatos antes da crucificação. Jesus segura em sua mão uma cana verde, que de acordo com a história, é porque a estátua veio de uma fazenda chamada Cana Verde", detalhou o reitor.

Na década de 1930, a Diocese de Jacarezinho determinou que a imagem fosse levada a Siqueira Campos, que já contava com uma paróquia estabelecida. Foi então que começou o culto ao padroeiro, que hoje reúne milhares de pessoas todos os anos.

LAR DO MENOR
Após a festa, o governador visitou o Lar do Menor Siqueirense, instituição criada em 1985 para desenvolver atividades sociais e educacionais a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

A entidade é uma das beneficiadas pelo programa Nota Paraná, que distribui parte do ICMS recolhido pelo Estado aos contribuintes e instituições sociais. O Lar do Menor já recebeu R$ 127 mil do programa.

Em evento com a imprensa local Richa destacou alguns investimentos do governo do Estado em Siqueira Campos e outros municípios do Norte Pioneiro, como a revitalização da PR-092, que será duplicada no trecho urbano de Siqueira Campos. O projeto inclui também a construção de um contorno em Wenceslau Braz e a readequação dos trevos de Siqueira Campos.
Reportagem Local/FOLHA DE LONDRINA

Nenhum comentário