Últimas notícias

LONDRINA - Dois são mortos em confrontos com a polícia, um deles é suspeito do latrocínio do Sargento aposentado

Ederson é  suspeito de envolvimento no latrocínio de PM aposentado

Dois homens foram mortos durante confrontos com policiais militares no último fim de semana, na zona norte de Londrina. O primeiro caso foi registrado na manhã de sábado (20), em uma estrada rural entre o Patrimônio Heimtal e o Distrito de Warta, onde um suspeito teria sido flagrado com uma caminhoneta roubada. O segundo aconteceu na madrugada de domingo (21), dentro de uma casa no jardim São Jorge. De acordo com a Polícia Civil, ele era investigado pelo latrocínio (roubo seguido) ocorrido na última quinta-feira, que vitimou um subtenente aposentado. Os dois enfrentamentos serão apurados pela Delegacia de Homicídios.

De acordo com informações do IML (Instituto Médico Legal), o jovem morto na primeira ocorrência tinha 25 anos. Ele levou tiros nas regiões de cabeça e tórax, segundo o IML. O perito Rafael Greve, do Instituto de Criminalística de Londrina, informou que a Polícia Militar apresentou uma pistola que teria sido usada pelo suspeito.

Já na madrugada de domingo, por volta das 3 horas, um homem de 30 anos
foi morto na rua Eller Sproger de Almeida, no jardim São Jorge. Conforme a PM, houve uma denúncia anônima de que ele estava em uma casa, aguardando uma pessoa que o ajudaria a fugir. Equipes da P2 foram ao local, constataram que o suspeito estava armado e solicitaram apoio do Batalhão do Choque. Conforme o tenente Emerson Castro, porta-voz do 5º BPM (Batalhão de Polícia Militar), a ordem dos policiais para que se entregasse foi desobedecida pelo suspeito. "A equipe, então, fez varredura no local, e ao chegar no último cômodo, foi recebida a tiros. Foram efetuados disparos em direção ao indivíduo." Socorristas do Siate e do Samu chegaram a realizar atendimento, mas o suspeito morreu ainda no local.

Segundo o tenente, um celular e a arma utilizada pelo suspeito contra os policiais, uma submetralhadora de fabricação caseira, foram apreendidos e encaminhados ao 4º Distrito Policial. O perito do IC informou que o carregador da arma estava vazio, com característica de que havia sido acionado completamente.

De acordo com a Polícia Civil, o homem de 30 anos era suspeito de participação no latrocínio do subtenente aposentado da PM Ernani Euzébio da Silva, 55, ocorrido em 18 de janeiro à noite, no jardim Santa Alice (zona leste). Segundo a polícia, Silva estava na casa do vizinho e foi surpreendido pelos assaltantes. Ele teria sacado sua arma, uma pistola 380, e atirado contra os bandidos, que estavam com um revólver. Na troca de tiros, ele foi atingido.
Algumas horas após a ocorrência duas pessoas foram presas, sendo que uma delas teria apontado o homem de 30 anos como um dos envolvidos no crime. Um outro suspeito está foragido. (Colaborou Fernanda Circhia/Grupo Folha)
Paulo Monteiro
Grupo Folha(FOLHA DE LONDRINA)

Nenhum comentário