Últimas notícias

LEC vence Vila e mantém sonho do acesso

Numa partida emocionante na noite de sexta-feira (26), o Londrina venceu o Vila Nova por 3 a 2 no Café pela 33ª rodada da Série B. A sétima vitória seguida em casa ampliou a invencibilidade alviceleste para oito partidas e deixou o Tubarão com 50 pontos. A cinco rodadas para o fim do campeonato, a distância para o G4 caiu de cinco para três ou dois pontos - dependeria do resultado de Goiás x Avaí, encerrado após o fechamento desta edição.

Londrina e Vila Nova fizeram um primeiro tempo agitado no Café, com mais oportunidades para os visitantes. O time goiano marcava o LEC desde o campo de ataque e aparecia toda hora na frente do gol de Vagner. Logo com três minutos, Mateus Anderson foi lançado nas costas de Sávio, driblou o goleiro e na conclusão chutou em cima do lateral-esquerdo alviceleste.

Aos 15, foi a vez de Rafael Silva receber livre e errar o arremate, sem conseguir tirar de Vagner. Doze minutos depois, outra falha da defesa londrinense: Dirceu perdeu de Juninho na disputa pelo alto, o meia cruzou muito alto e Rafael Silva cabeceou por cima.

Com a marcação forte do Vila, o Londrina recorria a contra-ataques, erros de passe dos visitantes e bolas paradas. Numa delas, Dagoberto quase fez gol olímpico. Aos 29, o atacante sofreu pênalti claro de Naylhor e a arbitragem ignorou.

No segundo tempo, ainda mais eletrizante, saíram os gols. Primeiro, um susto logo no primeiro minuto: Rafael Silva recebeu passe na direita e chutou na saída de Vagner para fazer 1 a 0 para o Vila. Como só a vitória manteria o Londrina na briga pelo acesso, o técnico Roberto Fonseca arriscou e colocou Germano e Carlos Henrique em campo. O time goiano ainda teve duas chances antes do Londrina chegar ao empate.

Aos 25 minutos, Dagoberto acertou o travessão em cobrança de falta e no rebote Carlos Henrique empatou. Três minutos depois, Vagner cobrou tiro de meta, a defesa do Vila Nova errou ao tentar afastar e a bola sobrou limpa para Felipe Marques, que virou para o Tubarão.

Acuado em campo, o Vila Nova "achou" o gol de empate aos 43. Gastón Filgueira fez jogada de linha de fundo e encontrou na pequena área Rafael Silva, que marcou pela segunda vez na partida.

Quando tudo parecia perdido, outra bobagem da defesa do Vila resultou no terceiro gol do Londrina. Com a bola nas mãos, o goleiro Rafael Santos deu um soco em Paulinho Moccelin na grande área e foi expulso. Na cobrança do pênalti, Dagoberto chutou forte e decretou: LEC 3 a 2. Foi o 14º gol do artilheiro alviceleste na Série B.

EM LONDRINA

Londrina 3
Vagner; Lucas Ramon, Dirceu, Lucas Costa (Leandro Almeida) e Sávio; João Paulo, Jardel (Germano) e Higor Leite (Carlos Henrique); Paulinho Moccelin, Dagoberto e Felipe Marques. Técnico: Roberto Fonseca

Vila Nova 2
Rafael Santos; Maguinho, Naylhor, Diego Giaretta e Gastón Filgueira; Geovane, Wellington Reis (Elias) e Juninho (Alex Henrique); Mateus Anderson, Rafael Silva e Vinícius Leite (Léo Itaperuna). Técnico: Hemerson Maria

Árbitro: Jaílson Macedo Freitas (BA)
Estádio: Café
Gols: Rafael Silva, a um minuto e aos 43, Carlos Henrique, aos 25, Felipe Marques, aos 28, e Dagoberto, aos 50 do 2º

Expulsão: Rafael Santos

Fábio Galão Editor de Esporte/FOLHA DE LONDRINA

Nenhum comentário