Últimas notícias

Rapaz que estaria no carro em que Daniel foi colocado se apresenta à polícia

O terceiro suspeito de envolvimento no assassinato do jogador Daniel Corrêa Freitas, de 24 anos, irá prestar depoimento na próxima quinta-feira (8), às 14h, na Delegacia de São José dos Pinhais. Eduardo Henrique Ribeiro da Silva, de 19 anos, é primo de Cristiana Brittes – mulher de Edison Brittes, que confessou a autoria do crime – e mora em Foz do Iguaçu.
O jovem estaria no carro em que o jogador foi colocado após ser brutalmente espancado, na casa da família Brittes, em São José dos Pinhais. O advogado do suspeito, Edson Stadler, afirmou que o rapaz se apresentou nesta segunda-feira (5) na delegacia e, por uma questão de agenda, o depoimento foi agendado para quinta-feira. “Ele [Eduardo] manifestou interesse de esclarecer tudo que sabe, o que viu, enfim, o que tem de conhecimento acerca desses fatos, e procurou o advogado de defesa. O primeiro procedimento foi trazê-lo até a autoridade policial e dizer que estava disponível para prestar todo o esclarecimento. Como hoje o delegado não pode ouvi-lo, foi remarcado para quinta-feira”, disse.
Eduardo ficará hospedado em São José dos Pinhais até o dia do depoimento, e Stadler acredita que o rapaz não deve ficar preso, já que tomou uma ‘providência espontânea’. “Ele esclareceu [os fatos] à defesa e evidentemente vai esclarecer à autoridade policial. Eduardo é primo da esposa do Brittes e, por isso, foi convidado, estava participando do evento e desgraçadamente acabou se envolvendo”, afirmou. O advogado disse que não tem conhecimento sobre uma suposta conversa em que Edison Brittes teria combinado com todos os envolvidos uma versão única para os fatos.

“Uma coisa é a circunstância do Brittes, outra coisa é a circunstância do Eduardo, são duas coisas distintas. A expectativa é que ele possa aguardar em liberdade, pois vai corroborar trazendo elementos consistentes de como é que os fatos aconteceram. Espero que não fique preso, sinceramente, até por questão de coerência”, encerrou. O jovem não possui antecedentes criminais.
Outros dois suspeitos de envolvimento no caso, identificados como David Willian Villero Silva, de 18 anos e Igor King, de 20 anos, devem se apresentar até a manhã desta terça-feira (6).

FONTE - MASSA NEWS

Nenhum comentário