Obama dança tango em jantar de Estado com Mauricio Macri



Presidente provou mate e disse que erva 'clareou sua mente'.
Obama e Michelle irão visitar Bariloche e a Patagônia nesta quinta.

Do G1, em São Paulo
Obama dança tango com bailarina durante jantar de Estado com Maurício Macri na Argentina (Foto: REUTERS/Carlos Barria)Obama dança tango com bailarina durante jantar de Estado com Maurício Macri na Argentina (Foto: REUTERS/Carlos Barria)
O presidente americano Barak Obama e a primeira-dama Michelle Obama dançaram tango nesta quarta-feira (23) com bailarinos durante o jantar de Estado com o presidente argentino Maurício Macri no Centro Cultural Kirchner, em Buenos Aires.

O jantar faz parte da programação da visita de dois dias do presidente americano na Argentina. Nesta quinta-feira, Obama e a primeira-dama americana irão visitar Bariloche e a Patagônia.

Barack Obama e Michelle Obama dançam tango com bailarinos durante jantar de Estado com Macri em Buenos Aires (Foto: REUTERS/Carlos Barria )Após reunião com Macri na manhã desta quarta, Obama elogiou as “reformas rápidas” feitas pelo presidente argentino até agora e disse que vai ajudar o país a recuperar o papel de liderança global. Também falou sobre a crise política brasileira, afirmando que espera que o Brasil resolva "de forma eficaz" a questão.

Esta é a primeira visita de Obama à Argentina. Pela manhã, Obama tomou mate pela primeira vez e admitiu que a erva "clareou sua mente".

"Hoje tomei meu primeiro mate. Gostei. Minha equipe disse que eu estava muito claro na entrevista coletiva, acho que o mate clareou minha mente", disse um Obama sorridente em conversa com jovens empreendedores.
Barack Obama e Michelle Obama dançam tango com bailarinos durante jantar de Estado com Macri em Buenos Aires (Foto: REUTERS/Carlos Barria )
Durante entrevista coletiva com Macri, Obama contou que quando era estudante universitário soube do mate em suas leituras de autores argentinos. "Quando estava na universidade e lia (José Luis) Borges e (Julio) Cortázar e eles falavam do mate, eu pensava: tenho que ir a Buenos Aires a provar isto".
Em um auditório repleto no complexo Usina de Arte, no bairro portenho de La Boca, Obama se disse "fascinado" com a cidade de Buenos Aires.
Ginóbili e Messi
Como fã do basquete, o presidente elogiou o ala argentino Emmanuel Ginóbili, ouro olímpico com a seleção argentina e estrela da NBA no San Antonio Spurs, adversários do time de Obama, o Chicago Bulls.
Da esquerda para a direita: a primeira-dama argentina Juliana Awada, Barack Obama, Maurício Macri e Michelle Obama durante jantar de Estado nesta quarta-feira (23) no Centro Cultural Kirchner, em Buenos Aires (Foto: REUTERS/Carlos Barria)Da esquerda para a direita: a primeira-dama argentina Juliana Awada, Barack Obama, Maurício Macri e Michelle Obama durante jantar de Estado nesta quarta-feira (23) no Centro Cultural Kirchner, em Buenos Aires (Foto: REUTERS/Carlos Barria)
O presidente americano lamentou não poder conhecer o craque Lionel Messi, astro da seleção argentina e do FC Barcelona. "Queria conhecer Messi, mas não foi possível", revelou Obama, admitindo que suas filhas - Malia e Sasha - também desejavam encontrar o jogador.
Messi está concentrado com a seleção argentina nos arredores de Buenos Aires, de onde seguirá na quinta-feira para Santiago, onde a Argentina enfrenta o Chile pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo da Rússia-2018.

Protestos
A visita oficial de Obama foi motivo de protesto de organizações políticas de esquerda. Com bandeiras com a mensagem "Fora da Argentina, Obama!" e outras expressões de repúdio, grupos como Tendencia Piquetera Revolucionaria e Frente de Izquierda se mobilizaram nas portas de um centro de convenções onde aconteceu hoje um encontro entre empresários dos Estados Unidos e da Argentina.
Manifestantes exibem um cartaz com a mensagem 'Obama, saia da Argentina - Não ao pagamento da dívida, não ao acordo com (credores) abutres' durante um protesto em Buenos Aires contra a visita do presidente americano Barack Obama à Argentina (Foto: Martin Acosta/Reuters)Manifestantes exibem um cartaz com a mensagem 'Obama, saia da Argentina - Não ao pagamento da dívida, não ao acordo com (credores) abutres' durante um protesto em Buenos Aires contra a visita do presidente americano Barack Obama à Argentina (Foto: Martin Acosta/Reuters)
"Repudiamos a presença de Obama, o chefe do imperialismo americano, que veio dar seu apoio ao novo governo reacionário e pró-ianque de Mauricio Macri", disse Juan Carlos Giordano, dirigente da Frente de Izquierda, sobre o motivo do protesto, em um local muito próximo da embaixada americana em Buenos Aires.
Os manifestantes marcharam até o centro de convenções La Rural, onde foi realizado um encontro organizado pela Câmara de Comércio dos Estados Unidos na Argentina e onde se especulava a possibilidade que Macri e Obama encerrassem esse encontro empresarial.
FONTE - GLOBO.COM
Obama dança tango em jantar de Estado com Mauricio Macri Obama dança tango em jantar de Estado com Mauricio Macri Revisado por Blog do Chaguinhas on 05:34:00 Rating: 5

Anúncios