(20-04-2016)Paraná confirma 9 mil casos de dengue em uma semana



Paranaguá tem situação mais grave: boletim aponta 12 mil registros e 24 mortes pela doença no município desde agosto


Desde janeiro, Paranaguá (Litoral) enfrenta sua primeira epidemia de dengue. A cidade, com pouco mais de 140 mil habitantes, registrou 24 das 40 mortes de pacientes infectados pelo vírus no Estado. No entanto, apesar da situação alarmante, faltavam digitadores para oficializar mais de 8 mil casos confirmados nos últimos dois meses. Por conta disso, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou um total de 9.657 confirmações da doença no intervalo de apenas uma semana. O Paraná passou de 24.393 para 34.050 casos de dengue desde agosto de 2015, um aumento de quase 40%.
Segundo a chefe do Centro de Vigilância Ambiental da Sesa, Ivana Belmonte, os representantes de Paranaguá não pediram apoio para a digitação dos dados. "O município foi acumulando as fichas de notificação por falta de pessoal e não pediu apoio. Estabelecemos uma força-tarefa de mais de dez pessoas só para digitação. O município nunca havia passado por uma epidemia e não sabia que é preciso notificar rapidamente. Eles achavam que o acúmulo era normal", justificou Ivana. Após a atualização dos dados, Paranaguá acumula 12.432 casos.
Além da força-tarefa, outros profissionais da Sesa foram ao município para auxiliar os trabalhos de controle da epidemia. Voluntários e funcionários municipais realizaram mutirões para a eliminação de criadouros do Aedes aegypti. A aplicação do fumacê também foi intensificada desde o início de abril. Médicos e enfermeiros contratados de forma emergencial devem atuar em Paranaguá a partir da próxima semana. "É preciso que o município, depois desse apoio, possa tomar as rédeas e fazer a manutenção das ações", destacou Ivana.
A chefe do Centro de Vigilância Ambiental da Sesa descarta a possibilidade de outros municípios também terem deixado de lado a formalização dos casos confirmados em razão de falta de pessoal. "As cidades do Estado que já tiveram epidemia já têm estrutura para o enfrentamento da situação epidêmica. As Regionais de Saúde também acompanham essas notificações. A gente acredita que outros municípios não tenham essa situação", defendeu.
Das 399 cidades do Paraná, 56 estão na lista de municípios que enfrentam epidemia da doença, de acordo com boletim divulgado ontem pela Sesa. Cambé (Região Metropolitana de Londrina), São Sebastião da Amoreira (Norte Pioneiro) e Jardim Olinda e Santo Antônio do Caiuá, ambas no Noroeste, passaram a fazer parte da lista nesta semana por apresentarem 300 ou mais casos confirmados de dengue para cada 100 mil habitantes. Em Londrina, que também enfrenta epidemia, já há 2.877 casos confirmados da doença desde agosto de 2015.
O número de mortes por dengue passou de 34 para 40 e ocorreram em Paranaguá (24), Foz do Iguaçu (8), Curitiba (2), Medianeira (2), Maringá (1), Antonina (1), Santa Helena (1) e Santa Terezinha de Itaipu (1). O boletim também aponta que há 248 casos confirmados de zika no Estado, sendo 22 em gestantes, e 50 de chikungunya.
O boletim foi divulgado pela Sesa às 18 horas de ontem. Após esse horário, nenhum representante da Secretaria de Saúde de Paranaguá foi encontrado pela reportagem para comentar a situação da dengue no município.

Celso Felizardo e Viviani Costa
Reportagem Local/FOLHA DE LONDRINA
(20-04-2016)Paraná confirma 9 mil casos de dengue em uma semana (20-04-2016)Paraná confirma 9 mil casos de dengue em uma semana Revisado por Blog do Chaguinhas on 07:32:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios