Derosso deverá devolver R$ 35 milhões por gastos irregulares com publicidade e propaganda da Câmara de Curitiba.





Já atingiu R$ 35,5 milhões o total de sanções aplicadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) em relação a gastos irregulares com publicidade, propaganda e divulgação institucional da Câmara Municipal de Curitiba (CMC) entre os anos de 2006 e 2011. Esse valor é a soma da devoluções de recursos e multas aplicadas pelo órgão de controle em 54 processos já julgados. Há outros quatro em trâmite na Casa.
O TCE-PR comprovou que o Legislativo da capital paranaense gastou dinheiro público para bancar promoção pessoal de vereadores daquele período. Os contratos foram assinados pelo ex-vereador João Cláudio Derosso, então presidente da Casa, com as agências Visão Publicidade e Oficina da Notícia, que subcontrataram uma série de outras empresas.
Auditoria realizada pelo Tribunal de Contas comprovou irregularidades nos repasses de R$ 34 milhões realizados pela CMC às duas agências naquele período. A auditoria foi desmembrada em 58 processos de tomada de contas extraordinária, para apuração aprofundada e mais rápida das 84 irregularidades comprovadas em 5.297 atos de pagamento, efetuados em favor de 302 empresas subcontratadas.
Desde junho de 2015, o TCE-PR já julgou 54 processos, que somam a devolução de aproximadamente R$ 20,16 milhões ao cofre municipal. Também já foram aplicadas aproximadamente 600 multas, num total de cerca de R$ 15,3 milhões.
Fonte: Paraná Online/Tribuna
Derosso deverá devolver R$ 35 milhões por gastos irregulares com publicidade e propaganda da Câmara de Curitiba. Derosso deverá devolver R$ 35 milhões por gastos irregulares com publicidade e propaganda da Câmara de Curitiba. Revisado por Blog do Chaguinhas on 08:37:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios