"Qualquer reajuste é impróprio neste momento", afirma Romanelli



Líder do Governo é contra o aumento dos gastos públicos gerado por correção nos salários e na verba de ressarcimento dos deputados estaduais


Está em discussão na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) o aumento de salário e das verbas de ressarcimento para despesas de gabinete dos deputados estaduais- subsidio utilizado pelos deputados para pagar contas de telefone, transporte, alimentação e outras demandas da atividade parlamentar). A medida pode ser tomada pela Mesa Executiva da Casa em qualquer momento e não requer votação em plenário ou aprovação da maioria dos deputados para entrar em vigor.


Tendo em vista o debate sobre o assunto, o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), líder do governo, declarou-se contrário a qualquer tipo de aumento de subsídio parlamentar ou verba de gabinete. “Eu entendo que a hora é imprópria. Neste momento a Assembleia deve dar exemplo e apertar o cinto, pois não não há folga de recursos orçamentários ou financeiros para reajustes”, afirmou Romanelli.


Ainda comentando sobre o efeito cascata que pode acontecer por conta do aumento de salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal, que abre brecha para aumentar os salários dos deputados, Romanelli completou: “Aliás, sou contrário a qualquer reajuste de subsídio, inclusive dos magistrados e membros do Ministério Público. Neste momento da economia do país, que estamos em estado de recessão, com redução de receitas, devemos fazer de tudo para aproveitar o orçamento que nos resta e aplicarmos em áreas essenciais à sociedade, como investimentos em educação, saúde e segurança pública” disse.


Foto: Divulgação/Alep

 



-
Liderança do Governo na Assembleia Legislativa do Paraná
Deputado Luiz Claudio Romanelli
Assessoria de Imprensa
(41) 3350-4313 | imprensaromanelli@gmail.com
"Qualquer reajuste é impróprio neste momento", afirma Romanelli "Qualquer reajuste é impróprio neste momento", afirma Romanelli Revisado por Blog do Chaguinhas on 17:46:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios