Candidato a prefeito de Assaí é investigado por suposto abuso sexual de adolescente



O candidato à prefeitura de Assaí (36 km a leste de Londrina) pelo Partido Humanista da Solidariedade (PHS), José Carlos Mattheus, foi indiciado por estupro de vulnerável e oferecimento de bebida alcoólica a menores, previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). O caso teria acontecido no final de 2014, quando o investigado supostamente levou três adolescentes - um menina e dois meninos - e um maior de idade para passar uma noite em um motel de Londrina. O inquérito é conduzido pela delegada do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (Nucria), Lívia Pini.

De acordo com as investigações, o processo foi iniciado em Assaí porque as possíveis vítimas residem no município. Uma conselheira tutelar teria recebido a denúncia no dia seguinte ao suposto abuso sexual, teria acionado a Polícia Civil e registrado boletim de ocorrência na delegacia. As diligências foram transferidas para o Nucria porque o motel está localizado em Londrina. O endereço do estabelecimento não foi informado. "Ainda existem algumas fases para serem concluídas, mas os depoimentos já foram colhidos", informou Lívia. O inquérito deve ser enviado nos próximos dias para análise do Ministério Público.

Conforme a delegada, um dos adolescentes teria afirmado que viu o atual candidato "passando a mão" em uma adolescente. A conjunção carnal, até o momento, foi descartada. "Outros adolescentes que estavam no motel disseram que a garota teria demonstrado insatisfação com a situação e o rapaz teria se afastado", comentou.

Em depoimento, o atual candidato confirmou que ingressou com o grupo no motel, mas negou que teria abusado sexualmente da adolescente. "Ao permitir a entrada de menores nesses locais, o adulto torna-se responsável", avaliou a delegada.

Os outros dois garotos confirmaram que ingeriram bebida alcoólica, o que, na visão da delegada, deveria ser evitado por Mattheus. "Eles, que teriam uma relação de amizade, passaram a noite inteira no motel. Segundo os relatos, o rapaz tentou entrar em três motéis. Dois estabelecimentos se negaram a receber o grupo, pelo número de pessoas e também pela presença de menores. Uma adolescente teria se escondido no carro para conseguir entrar", acrescentou a delegada, que não solicitou a prisão do candidato.

Procurado pela reportagem, José Carlos Mattheus afirmou "estar tranquilo diante das acusações". Ele negou que tenha abusado sexualmente da menor. Porém, confirmou que procurou o motel com os adolescentes, mas voltou a reforçar que "é inocente e não há nada de concreto que comprove a culpa".

De acordo com o Código Penal, o cometimento de ato libidinoso na presença de alguém menor que 14 anos prevê reclusão de dois a quatro anos. Em 2008, Mattheus já tinha sido candidato ao cargo de vereador em Assaí pelo Partido Social Cristão (PSC).

FONTE - PORTAL BONDE
Candidato a prefeito de Assaí é investigado por suposto abuso sexual de adolescente Candidato a prefeito de Assaí é investigado por suposto abuso sexual de adolescente Revisado por Blog do Chaguinhas on 13:29:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios