Primeira decisão - Depois de entrar no G4, LEC enfrenta o Oeste com a missão de se manter no grupo que sobe para Série A





Júlio Pacato foi escolhido para substituir o meia Zé Rafael, destaque do Tubarão nas últimas rodadas


Se o planejamento do Londrina é encarar os 11 últimos jogos da Série B como decisivos, o confronto de sábado contra o Oeste tem ares, realmente, de uma final. A vitória garante o alviceleste mais uma rodada entre os quatro primeiros do Brasileiro. A partida começa às 18h30, no Estádio do Café.
Outra missão do LEC é evitar um novo tropeço em casa e melhorar o seu aproveitamento como mandante. O Tubarão já desperdiçou 17 pontos no Café, inclusive alguns contra equipes que brigam contra o rebaixamento como é o caso do time paulista, que ocupa a 16ª posição, com 31 pontos. O Londrina iniciou a rodada em quarto lugar, com 42.
"Acredito que a concentração vai ser um fator decisivo para vencermos e tirar este rótulo que o nosso time não consegue ganhar em casa e joga melhor fora", afirmou o atacante Jô, que se recuperou de uma lesão na coxa e volta ao time. Na última partida no Estádio do Café, o LEC ficou no 1 a 1 com o Ceará.
"Para quem quer chegar lá em cima tem que encarar, a partir de agora, todo o jogo como uma final. É decisivo para nós e para o Oeste também, que quer sair da situação em que está", ressaltou o técnico Claudio Tencati, que completa 200 jogos no comando do clube neste sábado.
O treinador será obrigado a mexer mais uma vez na equipe. O meia Zé Rafael, autor dos dois gols no Serra Dourada na vitória por 2 a 1 diante do Vila Nova, cumpre a suspensão automática pelo cartão amarelo e será substituído por Júlio Pacato, que volta ao time depois de muito tempo fora, já que passou por uma cirurgia no joelho.
Pensando tem ter mais movimentação no ataque, Tencati vai escalar Safira no lugar de Keirrison, que vive um jejum de cinco jogos sem marcar. O novo centroavante, na visão do treinador, se adapta melhor as características do adversário.
"O Oeste atua diferente de qualquer outra equipe e não se omite de jogar. Tem muita posse de bola e troca de passes e o Safira pode ajudar mais no momento de subir a marcação. Temos que ter foco, dedicação e aquele algo mais para decidirmos a partida", acrescentou o comandante alviceleste. Com dores musculares o zagueiro Matheus ficou de fora dos últimos treinamentos e é dúvida. Marcondes está de sobreaviso.
A equipe paulista, que tem uma parceria com o Audax, não vence há seis partidas e o técnico Fernando Diniz implementou a mesma forma de jogar do time de Osasco, porém o aproveitamento está muito longe daquele alcançado pelo vice-campeão paulista. Um dos destaques do Oeste é o centroavante Ricardo Bueno, revelado pelo Londrina.

Em Londrina

Londrina: Marcelo; Lucas Ramon, Everton Sena, Matheus (Marcondes) e Léo. Germano, Fillipe Soutto, Júlio Pacato e Rondinelly. Jô e Safira. Técnico: Claudio Tencati

Oeste: Felipe Alves; Felipe Rodrigues, Bruno Silva e André Castro. Betinho, Daniel Simões, Léo Artur e Marquinho. Mike, Ricardo Bueno e Marcus Vinícius. Técnico: Fernando Diniz

Árbitro: Wagner Reway (MT)
Local: Estádio do Café

Acompanhe lance a lance no Bonde no portal da Folha de Londrina

Sábado
18h30
Premiere
Lucio Flávio Cruz
Reportagem Local/folha de londrina
Primeira decisão - Depois de entrar no G4, LEC enfrenta o Oeste com a missão de se manter no grupo que sobe para Série A Primeira decisão - Depois de entrar no G4, LEC enfrenta o Oeste com a missão de se manter no grupo que sobe para Série A Revisado por Blog do Chaguinhas on 08:36:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios