Londrina quer ser referência em gestão compartilhada



Uma nova forma de gerenciamento da cidade com participação da comunidade e transparência na gestão pública, construindo um município com melhores serviços públicos, valorização dos ativos existentes, estímulo ao desenvolvimento econômico, aumento da qualidade de vida e ganhos de imagens e projeção da cidade. É o que propõe o Programa Londrina Mais, apresentado nesta quarta-feira, pelo prefeito Marcelo Belinati.
O objetivo central é transformar Londrina em um município de referência em gestão compartilhada, preocupado com o desenvolvimento sustentável; com gestores públicos mais ativos e transparentes; com políticas públicas transformadoras; com o aumento na arrecadação e na geração de trabalho, emprego e renda locais; entre outros.
A iniciativa prevê o estabelecimento de políticas públicas e a atuação em todos os eixos de desenvolvimento, seja no segmento cultural, econômico, ambiental, social, territorial e na política. Para se obter informações consistentes e atualizadas sobre cada um desses setores, a prefeitura quer a participação da sociedade civil organizada, instituições de ensino, empresariado, ONGs e entidades. Eles devem participar dos Grupos de Trabalho (GTs). Atualmente, são cerca de dez GTs trabalhando no levantamento de indicadores e dados articulados.
A orientação dos trabalhos cabe ao assessor de projetos estratégicos e coordenador do Programa Londrina Mais, Luiz Figueira de Mello. "Londrina deve ser protagonista na articulação regional, envolvendo o poder público, a sociedade civil organizada, as instituições de pesquisa e ensino e o cidadão comum na construção de um plano estratégico de desenvolvimento sustentável", explicou Figueira.
Para a criação do Londrina Mais, os fomentadores da ideia se basearam em pesquisas acadêmicas, experiências de outros municípios e programas nacionais e internacionais, como o Cidades Educadoras, Cidades Sustentáveis, Cidades Empreendedoras e o Cidade Mais. O programa Cidades Educadoras, por exemplo, visa promover a formação integral dos cidadãos como agentes de mudança do local onde estão inseridos, para que todos tenham acesso aos bens culturais e sociais. No mundo, há 482 cidades que participam desse programa. No Brasil, 16 municípios são participantes. No Paraná, Londrina será a primeira cidade a aderir a iniciativa.
Reportagem Local/FOLHA DE LONDRINA
Londrina quer ser referência em gestão compartilhada Londrina quer ser referência em gestão compartilhada  Revisado por Blog do Chaguinhas on 09:17:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios