Governador do Paraná pede autorização para passar seis dias em Londres



Beto Richa e a primeira-dama Fernanda Richa foram condenados pela 3ª Vara da Fazenda Pública a restituir os recursos "irregularmente" empenhados em viagem a Paris em 2015

Curitiba –O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), pediu autorização à Assembleia Legislativa (AL) para fazer nova viagem ao exterior. O destino é Londres, no Reino Unido, onde acontece o "Global Expansion Summit", de 18 a 20 de junho. A solicitação é do dia 15 ao 21 do mesmo mês. O evento deve reunir mais de 1.000 pessoas, de 62 países, entre empresários, investidores e políticos.

Marcos Zanutto
Marcos Zanutto


A leitura do ofício, por parte do presidente em exercício da AL, Guto Silva (PSD), gerou polêmica durante a sessão plenária desta segunda-feira (12). O líder da oposição, Tadeu Veneri (PT), disse que encaminhará um requerimento exigindo explicações do Executivo.

Procurada pela FOLHA, a assessoria de imprensa do Palácio Iguaçu informou que Beto embarcará antes em razão do feriado de Corpus Christi, na quinta-feira (15). Na data seguinte, as repartições públicas do Estado estarão em recesso. Ainda segundo o governo, o tucano arcará com os custos de hospedagem dos três primeiros dias. Além dele, faz parte da comitiva o secretário de Estado da Fazenda, Mauro Ricardo Costa. A viagem se torna oficial no dia 18 de junho, quando começa o evento. A partir de então que os valores utilizados virão do caixa do Estado.

"PARADA TÉCNICA"

Também nesta segunda, veio a público a notícia de que Beto, a primeira-dama, Fernanda Richa, e o governo do Estado precisarão restituir os recursos "irregularmente" empenhados em uma estadia em um hotel de luxo na capital francesa. O despacho, do juiz Roger Vinicius Pires de Camargo Oliveira, da 3ª Vara da Fazenda Pública, é de quinta-feira (8). Ainda cabe recurso.

A sentença responde a uma ação civil pública proposta, entre outros, por Rodrigo Tomazini e Bernardo Pilotto, candidatos ao Palácio Iguaçu pelo PSTU e pelo Psol, respectivamente, em 2014; Gisele Ricobom, professora da Universidade Federal da Integração Latino-Americana; Ramon Prestes Bentivenha, advogado; e Xênia Mello, advogada e candidata à prefeitura de Curitiba pelo Psol em 2016.

OUTRO LADO

Em nota, a Procuradoria Geral do Estado (PGE) disse que considera a decisão equivocada, "pois tais valores já foram restituídos voluntariamente ao final da missão internacional que teve por escopo a busca de investimentos e empregos para o Paraná. Os valores ressarcidos aos cofres públicos, inclusive, foram superiores aos utilizados na parada técnica na França. Assim sendo, o Estado apresentará recurso contra a decisão de forma a ser restabelecida a justiça ao caso concreto".
Mariana Franco Ramos
Grupo FOLHA DE LONDRINA
Governador do Paraná pede autorização para passar seis dias em Londres Governador do Paraná pede autorização para passar seis dias em Londres  Revisado por Blog do Chaguinhas on 08:31:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios