Polícia investiga morte de cabeleireiro na região



Equipes da 10ª Subdivisão Policial e da Delegacia de Homicídios investigam a morte do cabeleireiro Sandro Tagliari, 39, cujo corpo foi encontrado em uma plantação de milho nas proximidades de uma estrada rural que liga a zona norte de Londrina ao distrito da Warta. O corpo dele foi localizado no final da tarde de terça-feira (27). A vítima estava sem roupa, amordaçada, com o rosto desfigurado e diversos hematomas. Até a tarde desta quarta (28), as autoridades policiais não tinham pistas da autoria nem motivação do crime. O corpo da vítima, cujo nome de registro é Sandro José da Silva, foi levado para o Instituto Médico Legal de Londrina.

O delegado operacional da 10ª SDP, Thiago Vicentini de Oliveira, ressaltou que o caso exige "precaução". "Trabalhamos com muita cautela. Instauramos o inquérito policial e tentamos reproduzir os últimos passos da vítima. Sabemos que ele esteve em uma boate entre a noite de domingo (25) e a madrugada de segunda-feira (26). Existe a possibilidade de ele ter passado por estabelecimentos de repouso na sequência", adiantou. Oliveira está em busca de gravações de câmeras de segurança dos últimos locais onde Tagliari esteve. "Em um deles, infelizmente, as câmeras estariam com defeito e não teriam gravado o momento em que o cabeleireiro permaneceu no local", explicou o delegado.

A família da vítima teria comunicado o desaparecimento à Polícia Civil na terça. No entanto, ele estaria fora de casa desde o fim de semana. Tagliari era proprietário de um Punto, que não foi encontrado até a tarde de quarta. "Além do homicídio doloso, trabalhamos também com a possibilidade de ter ocorrido um roubo seguido de morte (latrocínio), uma vez que o seu veículo ainda não foi localizado", acrescentou o delegado, que pretende ouvir familiares e amigos da vítima nos próximos dias.

O corpo de Sandro Tagliari foi levado ao IML de Londrina às 21h35 de terça-feira. Porém, até o início da noite de quarta, o laudo pericial que apontaria a causa da morte não havia sido finalizado. "Posso adiantar que foi um caso de extrema violência. Um massacre. A vítima possui diversos ferimentos: traumatismo craniano, lesões no tórax, marcas de estrangulamento. Por esses motivos o laudo pericial ainda não foi concluído. A situação exige um trabalho muito detalhado por parte de médico legista e auxiliares", afirmou o diretor administrativo do IML, Marcelo dos Santos.

ÁREA PERIGOSA
A Polícia Civil não divulgou ainda se a vítima foi morta no local onde o corpo foi localizado. Há muitas chácaras e sítios nas proximidades e agricultores contaram que crimes são registrados com frequência na região. "A minha irmã tem uma chácara neste local. Passo por essa estrada todos os dias. Sinto muito medo, por isso não espero anoitecer para ir embora para a minha casa, que fica no conjunto Maria Cecília (zona norte)", relatou o servente de pedreiro Marcelo Teixeira.
Paulo Monteiro
Grupo FOLHA DE LONDRINA
Polícia investiga morte de cabeleireiro na região Polícia investiga morte de cabeleireiro na região Revisado por Blog do Chaguinhas on 08:10:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios