Norte Pioneiro - Tecnologia verde como meta



A TI Compracam foi a primeira empresa a se instalar na unidade de Jacarezinho e representa o 100º negócio incubado no Tecpar


Jacarezinho - Uma parceria entre o Tecpar (Instituto de Tecnologia do Paraná) e a Unilivre (Universidade Livre do Meio Ambiente) irá oferecer oportunidades a empreendedores e empresários no desenvolvimento e na criação de negócios inovadores com o uso de tecnologias sustentáveis, além de ofertar infraestrutura inicial para esses projetos por meio do Programa Incubação Verde, da Intec (Incubadora Tecnológica do Tecpar).

De acordo com o diretor-superintendente da Unilivre, Celso Kloss, a parceria levará mais uma oportunidade de apoio à tecnologia verde e irá atuar em duas frentes: nas universidades, para acelerar a transformação de pesquisa em novos produtos sustentáveis; e nas empresas, para que elas possam desenvolver, junto à Intec, projetos com tecnologias ambientais. "Vamos capacitar os empresários na área de gestão ambiental, com assessoria e consultoria no desenvolvimento dos projetos. Queremos aproveitar o Programa Patente Verde do Inpi (Instituto Nacional da Propriedade Industrial), que dá prioridade no exame do requerimento de pedidos de patente de tecnologias inovadoras voltadas ao meio ambiente, para que inovações na área se desenvolvam", explica Kloss.

O gerente dos Parques e Incubadoras Tecnológicas do Tecpar, Gilberto Passos Lima, salienta que um edital específico para o Programa de Incubação Verde está sendo criado na Intec e deve ser lançado em breve. "Está tudo programado para ser publicado neste segundo semestre. No entanto, os empreendedores e empresários já podem candidatar seus projetos sustentáveis com base no edital vigente", orienta Lima.

A Incubadora Tecnológica do Tecpar oferece 32 vagas a empresas inovadoras que buscam o apoio do instituto para desenvolver seus negócios. São 16 vagas para a modalidade de incubação residente (quando a empresa permanece nas dependências da Intec) e outras 16 para a incubação não residente, quando o empresário não se instala na incubadora, mas conta com o apoio dos especialistas do instituto. As vagas estão divididas nas duas unidades da Intec, em Curitiba (20) e em Jacarezinho (12).

Para concorrer a uma das vagas, o projeto deve apresentar três requisitos: inovação (introdução de novidade ou aperfeiçoamento que resulte em novos produtos, serviços ou processos), base tecnológica (aplicação de conhecimento técnico-científico e investimento em Pesquisa e Desenvolvimento) e prova de conceito ou protótipo (modelo prático que possa provar o conceito estabelecido).

NEGÓCIOS
Ao longo de 27 anos, a Intec ofereceu suporte tecnológico a mais de 100 negócios. Atualmente, oito empresas passam pelo programa no instituto com o desenvolvimento de tecnologias em diversas áreas, duas delas no Parque Tecnológico do Norte Pioneiro, em Jacarezinho.

Uma é a Forrest Brasil Tecnologia, que desenvolve uma metodologia inédita voltada à saúde pública. O projeto de Desenvolvimento e Inovação (D&I) irá produzir e liberar na natureza machos estéreis do mosquito transmissor do Aedes aegypti para o controle natural dos insetos. Com a aprovação da ideia, a tendência é que haja queda da incidência do mosquito em até 90%, com redução significativa de registros nos casos de doença como a dengue, zika e chikungunya. A outra companhia é a TI Compracam, que desenvolve sistemas de gestão empresarial. Ela ingressou na Intec em novembro de 2016, e representa o 100º negócio incubado no Tecpar e a primeira da unidade de Jacarezinho.

Os interessados em participar do processo seletivo podem acessar o edital pelo site da Intec (intec.tecpar.br/comoincubar). Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (41) 3316-3176.
Luiz Guilherme Bannwart
Especial para a FOLHA DE LONDRINA
Norte Pioneiro - Tecnologia verde como meta Norte Pioneiro - Tecnologia verde como meta  Revisado por Blog do Chaguinhas on 08:44:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios