Recadastramento biométrico chega a 86,59% dos eleitores do PR



Mais de 6,78 milhões de paranaenses já fizeram o recadastramento biométrico, o que corresponde a 86,59% dos 7,83 milhões de eleitores aptos a votar no Estado. Os dados são da última quinta-feira (9) e foram repassados à FOLHA pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral). Conforme o órgão, a meta de 2017, que era chegar a 2,02 milhões de cidadãos até 15 de dezembro, foi ultrapassada, atingindo 108%, a menos de um mês para o fim do prazo. A expectativa é de que, nas eleições de outubro de 2018, a votação através de impressão digital aconteça nos 399 municípios do Paraná. Quem não participar da revisão pode ter o título cancelado.

Na RML (Região Metropolitana de Londrina), composta por 25 municípios, mais de 686 mil eleitores, dos 743,6 mil registrados, se cadastraram. O número equivale a aproximadamente 92% do total. Em 2017, onze cidades da RML passaram pelo processo de revisão e outras cinco ainda estão passando. Ao todo, 230 mil cidadãos fizeram a biometria neste ano. Apenas Pitangueiras, atendida por Astorga, e Primeiro de Maio ainda não estão usando o sistema.

De acordo com o analista judiciário Willian Gallera Garcia, da 146ª Zona Eleitoral, no momento a estimativa de cancelamentos de títulos é de nove mil. Contudo, com a finalização do procedimento em cidades maiores, como Ibiporã, que encerrou na sexta-feira (10), e Arapongas e Rolândia, que terminam na semana que vem (17), ele prevê que, se mantida a atual média diária de atendimentos, a região perderá outros 30 mil eleitores em novembro.

"Vale ressaltar que esses números de cancelamentos são meramente estimados e estão sujeitos a alteração, já que os números exatos dependem de homologação do TRE e processamento no cadastro informatizado de eleitores", explicou. Até sexta-feira, Ibiporã e Jataizinho haviam cadastrado, respectivamente, 35.132 e 1.560 eleitores. Na primeira cidade, mais de cinco mil pessoas que não compareceram poderão ter seus títulos cancelados, enquanto na segunda o número deve ficar próximo de 1,5 mil.



COMO FUNCIONA
No dia do pleito, após a prévia apresentação dos documentos, a identidade do eleitor será confirmada. Se o mesário tiver dúvidas ou se a digital do eleitor não for reconhecida, ele terá à sua disposição a folha de votação com as fotos de todos os cadastrados daquela seção. Hoje, além de Primeiro de Maio, apenas Santo Antônio do Prado não tem kits para atendimento, por não dispor de fórum eleitoral próprio. De acordo com a assessoria de imprensa do TRE, entretanto, a questão será resolvida até a última fase, prevista para o segundo semestre do ano que vem.

Na prática, as demais cidades do Paraná possuem biometria. A diferença é que, nos locais onde o Tribunal realiza a revisão, esse recadastramento é obrigatório. Já nos outros o eleitor pode procurar a Justiça Eleitoral por conta própria e fazer o seu agendamento. Das 6,78 milhões de pessoas recadastradas, 5,7 milhões passaram pela revisão. Ainda conforme o TRE, a média de adesão nos municípios participantes tem ficado entre 85% e 90% do eleitorado. Como existe uma procura natural de jovens que desejam fazer o primeiro título, o órgão disse que, com a biometria, não houve redução substancial no número total de eleitores.
Mariana Franco Ramos
Reportagem Local/FOLHA DE LONDRINA
Recadastramento biométrico chega a 86,59% dos eleitores do PR Recadastramento biométrico chega a 86,59% dos eleitores do PR  Revisado por Blog do Chaguinhas on 09:31:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios