Últimas notícias

MP INVESTIGA GESTORES DE DEZ MUNICÍPIOS DO NORTE PIONEIRO

Suspeita de pagamento irregular de passagens aéreas e hospedagens
A promotora de Justiça Kele Cristiani Diogo Bahena (foto principal), coordenadora do Núcleo Regional de Trabalho de Proteção ao Patrimônio Público do Norte Pioneiro abriu processo contra 17 gestores de dez municípios do Norte Pioneiro, além de três funcionários da Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi). A suspeita é de que os entes públicos tenham sido beneficiados com o pagamento de passagens aéreas e hospedagem em viagens oficiais.
Dentre os investigados estão o atual prefeito de Jacarezinho, o médico Sérgio Eduardo Emygdio de Faria (foto com a primeira dama Bruna Schwartz ) e a ex-prefeita Valentina Helena de Andrade Toneti. Os Inquéritos Civis foram publicados no Diário Oficial do Estado, edição 10148, da última quarta-feira, dia 14. O Núcleo Regional de Trabalho de Proteção ao Patrimônio Público do Norte Pioneiro é órgão integrante do Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria), do Ministério Público do Paraná.
                                                 
O fato já havia sido noticiado de primeira mão pelo npdiario na época. Agora, com o desdobramento da ação, o Ministério Público quer saber detalhes sobre os eventos dos quais os gestores participaram e se houve também liberação de diária de viagem aos agentes públicos.
Os investigados são os ex-prefeitos de Abatiá, Irton de Oliveira Müzel; de Andirá, José Ronaldo Xavier; de Barra do Jacaré, Edimar de Freitas Alboneti, o Edão; de Cambará, João Mattar Olivato (foto); de Carlópolis, Marcos Antônio David, o Pezão; de Conselheiro Mairinck, Juarez Lelis Granemann Driessen; de Curiúva, Amadeu de Jesus da Silva; de Figueira, Geraldo Garcia Molina; de Guapirama, Eduí Gonçalves; de Jacarezinho, Valentina Helena de Andrade Toneti, a Tina; de Ribeirão do Pinhal, Dartagnan Calixto Fraiz; de Siqueira Campos, Luiz Antônio Liechocki; de Tomazina, Guilherme Cury Saliba Costa e de Wenceslau Braz, Athayde Ferreira dos Santos Júnior; além dos atuais prefeitos José Salim Haggi Neto, de Cambará; Pedro de Oliveira, de Guapirama e Sérgio Eduardo Emygdio de Faria, de Jacarezinho. Também são investigados os ex-funcionários da Amunorpi, Luciano Matias Diniz, Tânia Dib e  Adelita Sanches Garcia.
O Ministério Público quer saber também quando as viagens ocorreram e em qual ou quais gestões municipais, bem como da presidência da Amunorpi. A expectativa é de que os municípios sejam notificados da ação e forneçam os documentos comprovando a necessidade de participação nos eventos oficiais de que participaram com recursos da Amunorpi.
TEXTO: VALDIR AMARAL/ESPECIAL PARA O NPDIARIO
FONTE - NP DIARIO

Nenhum comentário