Últimas notícias

Cinco caminhoneiros são indiciados por homicídio devido a acidente que matou cinco pessoas da mesma família no Paraná

A Polícia Civil indiciou por homicídio com dolo eventual – quando se assume o risco de matar – os cinco motoristas de caminhão suspeitos de envolvimento no acidente que matou cinco pessoas da mesma família no Paraná. O Inquérito foi concluído nesta quarta-feira (11).
Uma carreta bateu de frente com um carro na noite de 2 de julho, na BR-369, no trevo de Mamborê, no norte do estado. Pai, mãe e três filhos (de 11, 9 e 4 anos) que estava no carro morreram. O casal ainda deixou um filho de 13 anos. O adolescente não estava no carro.
De acordo com o delegado Marcelo Trevisan, responsável pelo caso, os motoristas têm envolvimento direto no acidente porque as investigações apontam que eles estavam disputando um racha e dirigiam acima da velocidade permitida.
Segundo a polícia, os cinco caminhões seguiam em um trecho com segunda faixa. Ao final dessa faixa, quatro caminhões reduziram a velocidade, mas o que vinha por último não conseguiu frear e, para não bater nos outros, invadiu a pista contrária, batendo de frente no veículo da família.
Quatro dos cinco motoristas estão presos preventivamente, por tempo indeterminado. Eles foram presos em flagrante. Um quinto motorista se apresentou à polícia, foi ouvido e liberado em seguida.
A partir do indiciamento, o Ministério Público do Paraná (MP-PR) tem cinco dias para analisar o inquérito e decidir se apresenta ou não denúncia.
A RPC Maringá não conseguiu contato com os advogados de defesa dos caminhoneiros. 

FONTE - G1 PARANA

Nenhum comentário