Últimas notícias

A prisão de Pepe Richa, irmão do Beto

O procurador da República, Diogo Castor de Mattos, falou especificamente sobre o pedido de prisão de Pepe Richa: “O irmão do ex-governador, que era secretário de Infraestrutura e Logística, foi alvo de prisão temporária. Foi identificada na investigação a compra de um terreno em Balneário Camboriú com o pagamento de R$ 500 mil em dinheiro vivo com a omissão desses valores na escritura pública de compra e venda por parte do ex-secretário.

 Durante o período dos fatos, entre 2012 e 2013, enquanto vigia esse esquema que está sendo investigado de possíveis arrecadações de propina em espécie, foi feita essa aquisição pessoalmente por ele (Pepe Richa). A utilização de dinheiro em espécie para pagar por imóveis que são registrados por um valor inferior ao negociado configura uma forma clássica de lavagem de dinheiro utilizando o mercado imobiliário, e já foi vista inclusive em outros casos na Operação Lava Jato”.

(Foto: PSDB/Divulgação) POR FABIO CAMPANA

Nenhum comentário