Últimas notícias

Em fuga, elementos de moto atravessam a Praça Brasil em alta velocidade em Cornélio Procópio

A dupla de contraventores atravessou sinais vermelhos e preferenciais só parando o veículo após ter estourado o pneu.

No final da tarde de domingo, 16, uma viatura da Polícia Militar efetuava patrulhamento na Av. XV de Novembro, quando avistou uma moto Modelo Honda /Falcon com dois elementos em atitude suspeita.

Ao avistarem a polícia, os elementos empreenderam fuga em alta velocidade pelo centro, inclusive avançando sinais vermelhos e vias preferenciais, colocando em risco a vida de pedestres e outros usuários do trânsito.

De acordo com o relato da Polícia Militar, a irresponsabilidade foi tamanha que, a moto atravessou o interior da Praça Brasil em alta velocidade, fazendo manobras perigosas, onde havia crianças e famílias se divertindo.

Em acompanhamento tático a pelas ruas da cidade , a polícia chegou a visualizar quando os infratores lançaram mão de um pacote em um terreno baldio. 

A moto seguiu em fuga até o Jardim Bela Vista onde, ao atravessar a linha de trem, um dos elementos caiu do veículo sendo abandonado pelo condutor da moto. A Polícia Militar efetuou a detenção do “garupa”, enquanto as demais viaturas realizavam o cerco na principal avenida do bairro.

O elemento conseguiu avançar o bloqueio e só foi parar perto da rodoviária, após o seu pneu ter estourado.

Indagado sobre os motivos pelos quais ele havia fugido, o infrator respondeu que seria devido à falta de carteira de habilitação. Porém, segundo a PM, os infratores têm antecedentes criminais, inclusive por porte ilegal de arma de fogo.

Até o fechamento desta matéria, o pacote por eles lançado em terreno baldio, ainda não havia sido encontrado. 

Foi dado voz de prisão aos elementos que foram autuados pela prática de vários delitos entre eles; avançar o sinal vermelho, desobedecer ordem policial,  resistência a prisão, direção perigosa e dirigir sem CNH causando risco para eles mesmos e para terceiros. 
  
Fotos e informações Reginaldo Tinti (Grupo Amigos da Notícia) - texto Odair Matias .

Nenhum comentário