Últimas notícias

Réu por invadir ginásio com caminhonete e matar ex-jogador de vôlei é solto, em Assis Chateaubriand

O motorista réu por invadir um ginásio de esportes com uma caminhonete e matar o ex-jogador de vôlei e secretário de esportes de Assis Chateaubriand, no oeste do Paraná, Elder Coutinho, foi solto após determinação da Justiça. 

Gilvane Bazanella, de 35 anos, estava preso desde o dia da morte de Coutinho e responde por homicídio qualificado e tripla tentativa de homicídio. Segundo as investigações, o crime foi passional.

Com a decisão judicial, proferida pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), ele saiu da prisão na sexta-feira (29) e aguarda julgamento sob monitoramento de tornozeleira eletrônica. 

A defesa do réu informou que ele assumiu a autoria e ressaltou que o crime foi cometido por motivos passionais. 

Relembre o caso

Em julho de 2018, o homem bateu contra a porta de entrada do Ginásio de Esportes Tancredo de Almeida Neves, no Jardim Progresso, em Assis Chateaubriand e invadiu o local com o veículo. Três pessoas foram atropeladas, entre elas, Elder Coutinho, que não resistiu aos ferimentos e morreu.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o ex-jogador de vôlei chegava para uma reunião na secretaria, que fica no ginásio. Ele estava do lado de fora do local quando foi atingido pela caminhonete. 

Segundo a Polícia civil, o motorista fugiu do local após o acidente, e disse que perdeu o controle da direção da caminhonete. 

Antes da soltura, a defesa do homem fez outro pedido de habeas corpus, que foi negado pela Comarca de Assis Chateaubriand. 

FONTE - G1 PR



Nenhum comentário