Últimas notícias

Hospital do Câncer precisa de reforço para custear atendimentos extrateto

O Hospital do Câncer de Londrina pode enfrentar mais dificuldades se não conseguir recursos para custear as despesas dos serviços prestados extrateto, ou seja, acima da cota contratualizada com o Sistema Único de Saúde (SUS). São milhares de pacientes de municípios do Paraná e outros estados que o hospital não deixa de atender, mesmo que estejam além do limite de procedimentos do mês.
“Uma quantidade enorme de pessoas encaminhadas pelas prefeituras e órgãos de saúde chega diariamente para consultas, exames e tratamentos no Hospital do Câncer. Não atendê-las seria desumano, num momento de dor, preocupação e até desespero para pacientes e familiares. É preciso uma mobilização de apoio à instituição para conseguir o pagamento desses atendimentos”, diz o deputado estadual Tercilio Turini.
Ele se reuniu hoje (dia 30) de manhã com gestores do Hospital do Câncer, que relataram as dificuldades e alertaram sobre os riscos se não houver uma suplementação dos recursos do SUS. “Imagina o caos no sistema de saúde se o hospital não atender mais além do previsto na cota” – afirma Tercilio Turini.
O deputado defende a união das lideranças políticas, empresariais e comunitárias para reivindicar aos governos estadual e federal o aumento de repasse de recursos do SUS, assegurando o funcionamento normal do Hospital do Câncer de Londrina. “Com um movimento forte, é possível convencer sobre a importância da instituição na saúde pública do Paraná”, ressalta Tercilio Turini.
Participaram da reunião a gestora de ações estratégicas e projetos, Mara Rossival Fernandes, o gestor administrativo, Edmilson da Silva Garcia, e o empresário Norton Dequech Junior.

Nenhum comentário