Últimas notícias

Usuários protestam na praça de pedágio de Jataizinho pela segunda vez neste mês

 Moradores de cidades como Assaí, SS da Amoreira, SA do Paraíso, Nova Santa Bárbara, Nova América da Colina e região, no norte do Paraná, realizaram um protesto na praça de pedágio da concessionária Econorte, na BR-369, neste domingo (13). A manifestação foi contra os altos valores das tarifas cobradas e a instalação de cancelas extras nas cabines de cobrança.
A tarifa de pedágio em Jataizinho para carros custa R$ 23,70, e a rodovia não é duplicada. Há pouco mais de uma semana, a concessionária instalou as cancelas e contratou seguranças particulares na tentativa de reduzir o número de motoristas que não pagam pedágio.
No entanto, a medida revoltou os usuários. No dia 6 de outubro, a praça já tinha sido alvo de protesto. No dia, cancelas foram quebradas e todas as cabines de cobrança foram liberadas.
Neste domingo, o protesto foi acompanhado por equipes das polícias Federal, Rodoviária Federal, Rodoviária Estadual e Militar. Um helicóptero da Polícia Militar também sobrevoou o local.
O reforço na segurança foi feito por determinação da Justiça. A Econorte solicitou uma medida judicial para impedir a abertura das cancelas e atos de depredação e violência.
Na sexta feira (11), o juiz da 6ª Vara Federal de Londrina ratificou a decisão, permitindo a manifestação pacífica e determinando o policiamento para manter a ordem e segurança no local.
Mesmo com o policiamento reforçado, quatro cabines foram fechadas pelos manifestantes. Duas cabines, uma de cada sentido, foram liberadas pela polícia.
G1 PR

Nenhum comentário