[Fechar]

Últimas notícias

Capitão do Gaeco é preso em Curitiba suspeito de pedir R$ 100 mil para evitar investigação


Um capitão da Polícia Militar (PM) que atua no Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), foi preso em flagrante neste sábado (28) em Curitiba. De acordo com o Gaeco, Elias Wanderlei Marinho é suspeito de corrupção passiva.

Marinho começou a ser investigado após uma denúncia feita ao Ministério Público do Paraná (MP-PR), informando que o policial havia pedido R$ 100 mil a um empresário para evitar uma investigação.
Ainda de acordo com o Gaeco, o empresário confirmou que havia sido abordado pelo capitão.

Segundo o Gaeco, o empresário combinou com o suspeito a entrega de uma parcela da quantia exigida. Ao MP-PR, o empresário disse que iria rubricar e copiar as cédulas que seriam entregues ao capitão.
Policiais foram até o local combinado para o pagamento, no bairro Campina do Siqueira, e localizaram o capitão com cerca de R$ 20 mil.
Conforme a polícia, o dinheiro encontrado com o suspeito continha a identificação indicada pelo empresário. Foram apreendidas 112 notas de R$ 100, além de 179 notas de R$ 50.

Elias Wanderlei Marinho foi encaminhado para a Corregedoria da Polícia Militar.

O Gaeco informou que não há denúncias contra o empresário citado e que não admite qualquer tipo de desvio. O caso continua sendo investigado.

Ainda de acordo com o Gaeco, o oficial foi imediatamente desligado de suas funções.

A Polícia Militar informou que o policial preso deve ficar à disposição da Justiça e informou que aguarda os procedimentos para avaliar sobre a situação dele dentro da corporação.

FONTE – G1 PR



Nenhum comentário