Últimas notícias

Justiça determina bloqueio de R$46 milhões em bens de ex-servidores da Prefeitura de Bandeirantes

Ex-servidores da Prefeitura de Bandeirantes são investigados por improbidade administrativa — Foto: Adenilson Fernandes/Arquivo pessoal

A Justiça determinou o bloqueio de R$ 46 milhões em bens de quatro ex-servidores da Prefeitura de Bandeirantes, no norte do Paraná. Segundo o Ministério Público do Paraná (MP-PR), os quatro são acusados de desviar recursos públicos da prefeitura para as próprias contas bancárias.

A decisão é de segunda-feira (9) e, conforme o MP-PR, o bloqueio de valores foi deferido para resguardar os danos materiais e o pagamento de multa civil.

O pedido de bloqueio foi realizado após análise de materiais apreendidos durante uma ação realizada no fim de 2018 contra os investigados. Na época, os quatro foram presos e exonerados dos cargos.

De acordo com o MP-PR, os ex-servidores da administração municipal, que atuavam nos departamentos de contabilidade, recursos humanos, tesouraria e controladoria interna, tinham acesso aos sistemas e fraudavam as prestações de contas da prefeitura.

A apuração mostrou que, entre 2009 e 2018, os investigados transferiam dinheiro público para contas salários do município e depois repassavam para as contas particulares.

O grupo adulterava extratos bancários para não ser descoberto, ainda conforme o MP-PR.

Os investigados respondem pelo crime de improbidade administrativa.

FONTE – G1 PR

Nenhum comentário