Últimas notícias

VOCÊ SABE O QUE É A QUARTA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL?

Por que hoje se está falando na quarta revolução industrial, e o que é de fato a quarta revolução industrial.
A revolução industrial foi um conjunto de mudanças que aconteceu na Europa entre 1760 a 1860, a revolução industrial ficou limitada, primeiramente, à Inglaterra houve o aparecimento das indústrias de tecidos de algodão, com o uso de tear mecânico, nessa época o aprimoramento das máquinas a vapor contribuiu para a continuação da revolução.
A segunda revolução industrial ocorreu no período de 1860 a 1900, ao contrário da primeira fase, países com Alemanha, França, Rússia e Itália também se industrializaram. O emprego do aço, a utilização da energia elétrica e dos combustíveis derivados do petróleo, a invenção do motor a explosão, da locomotiva a vapor e o desenvolvimento de produtos químicos foram as principais inovações desse período.

A terceira revolução industrial alguns historiadores têm considerado os avanços tecnológicos do século xx e xxl como a terceira revolução industrial. O computador, o fax, a engenharia genética, o celular seriam algumas das inovações dessa época.
A quarta revolução industrial ou indústria 4.0, é um conceito desenvolvido pelo alemão Klaus Schwab, diretor e fundador do fórum econômico mundial, hoje é uma realidade defendida por diversos teóricos da área. Segundo ele, a indústria atingiu uma quarta fase, que novamente transformará fundamentalmente a forma como vivemos, trabalhamos e nos relacionamos. A indústria 4.0 tende a ser totalmente automatizada a partir de sistemas que combinam máquinas com processos digitais, é a chamada fabrica inteligente, a quarta revolução industrial não é definida por um conjunto de tecnologias emergentes em si mesma, mas a transição em direção a novos sistemas que foram construídos sobre a infraestrutura da revolução digital, esclarece Schwab, em seu livro a quarta revolução industrial. As tecnologias que fazem parte do conjunto da indústria 4.0 não estão restritas aos universos da nanotecnologia, neurotecnologia, biotecnologia, robótica, inteligência artificial e armazenamento de energia.

Nenhum comentário