[Fechar]

Últimas notícias

Número de ‘casos ativos’ de Covid-19 em Curitiba aumenta 640% em um mês

Bem Paraná – O número de casos “ativos” de Covid-19 aumentou 640% em Curitiba, em um mês. Os dados constam de relatório divulgado ontem pela Secretaria Municipal de Saúde e se referem à diferença entre casos confirmados e pacientes recuperados ou mortos, ou seja, são pacientes que seguem em acompanhamento médico.
Em 27 de maio, a Capital paranaense tinha 228 casos ativos. Ontem, esse número chegou a 1.689. Do total de casos analisados até ontem, 2883 foram descartados, 513 seguem como suspeitos, 2.377 foram recuperados. O relatório aponta ainda um total de 133 mortos, 98 casos novos contabilizados ontem, além de seis mortes.
As seis novas vítimas são um homem de 59 anos e cinco mulheres entre 59 e 98 anos de idade. Todas vítimas tinham doenças crônicas e estavam internadas em diferentes hospitais de Curitiba. Um óbito ocorreu neste sábado (27/6), quatro na sexta-feira (26/6) e um no dia 22 de junho, todos com resultado laboratorial (PCR) que confirmou a infecção pelo novo coronavírus.
Novos casos – O boletim mostra ainda 98 novos casos confirmados da doença em moradores da cidade. Até agora 4.199 pessoas testaram positivo para o novo coronavírus, dos quais 2.377 já estão liberados do isolamento. Há ainda outros 513 casos em investigação, aguardado resultado de exames, e 2.883 já foram descartados, desde o primeiro caso confirmado da doença na capital paranaense, em 11 de março de 2020.
Além dos 133 óbitos confirmados até agora, 431 mortes foram descartadas e 9 estão em investigação para covid-19.
Internamentos – Atualmente, 345 pacientes confirmados com a covid-19 estão internados em hospitais públicos e privados da capital paranaense, 120 deles em UTI.
A taxa de internamento das UTIs do SUS exclusivas para covid-19 neste sábado (27/6) na capital é de 82% – todos aqueles que deram entrada no internamento com sintomas suspeitos de síndromes respiratórias agudas graves vão para leitos exclusivos covid-19 e não apenas os com casos confirmados.

Nenhum comentário