[Fechar]

Últimas notícias

BRONCA PESADA - Mais de 6 mil multas foram aplicadas a motoristas que 'furaram' pedágio no Paraná, aponta PRF


O número de motoristas multados por "furar" o pedágio nas rodovias federais do Paraná mais que dobrou neste ano. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), até o início de agosto, foram aplicadas 6.234 multas por desrespeito à legislação de trânsito.

Ao comparar os dados de janeiro a julho de 2020 com o mesmo período de 2019, o número de autuações aumentou 116% neste ano. Enquanto nos primeiros sete meses de 2019 foram 2.692 multas, neste ano foram 5.827.

As infrações são registradas pelas câmeras das concessionárias. Em um dos registros, um passageiro de um caminhão desce, levanta a cancela para o veículo passar e depois volta para o veículo.

Mesmo em dias de chuva, que a pista está molhada, há flagrantes de motoristas que aceleram e não mantêm distância em relação aos outros veículos.

Na região norte do estado, um levantamento realizado pela concessionária Econorte, que administra três praças de pedágio, apontou que a cada minuto um veículo passa sem pagar a tarifa.
De janeiro a julho deste ano foram registradas 309 mil evasões, mais de 1.400 por dia.

Na praça de pedágio em Arapongas, que é de responsabilidade da Viapar, em média, 15 mil motoristas furam as cancelas por mês.

Infração que pesa no bolso
A infração para quem fura o pedágio é grave. O motorista deverá pagar multa no valor de R$ 195 e recebe cinco pontos na carteira. Mas, geralmente, segundo a PRF, essa autuação não vem sozinha.

Quando o motorista fica muito próximo do carro da frente para passar a cancela também pode ser multado por não manter distância segura e terá que pagar mais R$ 195, além de receber mais cinco pontos.

Se além disso for flagrado escondendo as placas do veículo, o condutor receberá mais uma multa gravíssima de R$ 293 e sete pontos na carteira. Neste caso, o veículo também pode ser apreendido.

FONTE – G1 PR

Nenhum comentário