[Fechar]

Advertisement

Últimas notícias

Pá de cal na Operação Publicano


 Cláudio Osti conta no Paçoca com Cebola que por 5 votos a 0 os ministros da 2ª Turma do STF consideraram nulas as provas apresentadas pelo Ministério Público através da delação premiada do então auditor fiscal Luiz Antônio de Souza e da irmã dele Ângela de Souza.

Pior do que isso, os promotores simplesmente perderam os prazos para recorrer. Traduzindo: não há como julgar os denunciados nas Operações Publicano 2,3 e 4.

Não há mais recurso. Isso significa que os condenados na Operação Publicano 1 também deverão ter as ações trancadas, pois foram usadas as delações das mesmas figuras para condenar os citados.

FONTE - FÁBIO CAMPANA

Nenhum comentário

UA-102978914-2