[Fechar]

Últimas notícias

Prevenir incêndios e preservar vidas são os objetivos da lei do deputado Cobra Repórter


 Em janeiro completaram 10 anos da tragédia que matou 242 de pessoas na boate Kiss, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Este é um triste momento triste, mas importante para reforçar os trabalhos e iniciativas de prevenção aos incêndios.

No Paraná, o destaque é para a lei do deputado estadual Cobra Repórter (PSD), o Agosto Cinza. Sancionada pelo governador Ratinho Junior em abril de 2022,  a lei 21.013, tem a finalidade de promover um mês dedicado à reflexão e à promoção de eventos sobre prevenção e combate a incêndios.

De acordo com os registros do Corpo de Bombeiros, o terceiro trimestre é o período em que mais se concentram os incêndios no Paraná: mais da metade das situações de incêndio ambiental ocorrem nos meses de julho, agosto e setembro. 

Segundo dados do Sistema de Estatística de Ocorrências do Corpo de Bombeiros do Paraná (SYSBM), ao longo do primeiro mês de 2023 os bombeiros registraram 946 ocorrências de incêndio no Paraná, o que dá uma média de 30 registros por dia ou ainda um incêndio a cada 47 minutos.

Neste começo de ano, as situações mais corriqueiras tem sido justamente os incêndios em edificação, com 352 registros. Na sequência aparecem os incêndios em vegetação (341) e as ocorrências envolvendo meios de transporte (155).

No mesmo período do ano passado, haviam sido registrados 956 incêndios no estado, com 343 ocorrências em edificação, 160 em meio de transporte e 367 em vegetação. Já ao longo de todo o ano de 2022, 11.800 situações foram atendidas pelos bombeiros, com 32 registros por dia. Um número expressivo, mas distante dos 19.854 incêndios ocorridos em 2021 (quando a média diária de ocorrências foi de 54).

O autor da lei, deputado Cobra Repórter destaca que uma das pessoas responsáveis pela instituição do Agosto Cinza, é o presidente da Associação Focolondrina e o diretor de Prevenção e Combate à Incêndios da Associação Nacional de Proteção das Associações e Cooperativas do Brasil, Celso Melchiades.

“Há 10 anos o Celso e as associações que ele coordena trabalham incansavelmente por políticas públicas de prevenção de incêndios no Paraná. ele me procurou e nós apresentamos a proposta da lei que criou o Agosto Cinza. Este é assunto que temos que discutir constantemente para evitar tragédias como a da boate Kiss e os terríveis acidentes domésticos que levam centenas de pessoas todos os anos para as alas de queimados dos hospitais”, ressaltou o deputado estadual Cobra Repórter.

Foto: Dálie Felberg e Orlando Kissner/Alep
--
Assessoria de ImprensaMeire Bicudo (43) 3020-3410 ou (43) 99983-8530Veruska Barison (43) 3350-4060 ou (43) 99988-1421

Nenhum comentário

UA-102978914-2