[Fechar]

Últimas notícias

Audiência mobiliza deputados e governo para enfrentar desafios na saúde pública


 As demoradas filas de espera para cirurgias, consultas especializadas, exames e outros procedimentos, o descontentamento com prestadores de serviços, a necessidade de renovação da frota de ambulâncias do SAMU, a urgência na revisão da tabela do SUS e os investimentos federais insuficientes para melhorar o atendimento de saúde à população. Foram alguns dos problemas apresentados hoje de manhã pelos deputados estaduais que participaram da audiência pública de prestação de contas sobre recursos aplicados pela Secretaria de Saúde do Estado no último quadrimestre de 2022. 


O presidente da Comissão de Saúde Pública da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Tercilio Turini, coordenou a reunião e disse que os questionamentos são importantes porque a cobrança da população recai sobre os parlamentares. “A saúde é maior desafio para os governantes, existe uma demanda reprimida de atendimento. Vemos que os municípios cumprem a obrigação de investir na saúde, alguns chegando a 30% do orçamento, e o Governo do Estado também chega aos 12%. Mas a União vem diminuindo os investimentos, com isso as dificuldades no atendimento de saúde aumentam”, comentou Turini.


O deputado considerou bem positiva a audiência pública com a presença do secretário Cesar Neves, diversos diretores da Secretaria de Saúde e representantes de entidades da área. Citou também a participação de 11 deputados estaduais, entre membros da Comissão, o líder do Governo Hussein Bakri e o vice-líder Gugu Bueno. “É uma demonstração de como a Assembleia dá atenção para o tema da saúde, que impacta a vida de todas as pessoas”, afirmou Tercilio Turini.


O secretário Cesar Neves reconheceu que os problemas apontados pelos deputados são procedentes e disse que a Assembleia Legislativa é parceira da Secretaria de Saúde nas ações em benefício da saúde dos paranaenses. Reforçou também a necessidade de mais recursos federais na saúde para reduzir o desequilíbrio em relação a estados e municípios. Na apresentação dos dados do quadrimestre setembro a dezembro, o diretor geral Nestor Werner Junior informou que o Governo do Estado fechou o ano de 2022 com investimentos na saúde de 12,4% do orçamento, ultrapassando R$ 5,4 bilhões. 


A audiência teve a presença das deputadas estaduais Marcia Huçulak, vice-presidente da Comissão de Saúde, Mabel Canto e os deputados Marcio Pacheco, Delegado Jacovós, Luis Corti, Arilson Chiorato, Adão Litro e Moacir Fadel.

Nenhum comentário

UA-102978914-2