[Fechar]

Últimas notícias

Pioneirismo brasileiro: professor realiza primeiro curso sobre IA Generativa no Reino Unido


 Inteligência Artificial Generativa deve crescer a uma taxa anual de 63,8% até 2025, atingindo um valor de mercado de US$ 4,4 bilhões

O Brasil ganha espaço no cenário internacional, quando falamos de IA, e isso é motivo de comemoração. As estimativas sugerem que o mercado global de Inteligência Artificial Generativa deve crescer a uma taxa anual de 63,8% até 2025, atingindo um valor de US$ 4,4 bilhões.

O professor e especialista em tecnologia, metaverso e inovação, Kenneth Corrêa, realizou o primeiro treinamento de Inteligência Artificial Generativa do Reino Unido. Com longa experiência no desenvolvimento e monitoramento de projetos de marketing e tecnologia, professor de MBA na FGV, tem se tornado referência global acerca do metaverso e inteligência artificial. 

“Inteligência Artificial Generativa é um tipo de tecnologia que usa algoritmos de aprendizado de máquina para criar saídas novas e exclusivas, como texto, imagens ou música. Hoje em dia essa tecnologia está transformando os negócios, pois permite que as empresas automatizem tarefas, criem novos produtos e serviços, além de melhorarem a eficiência de suas operações”, explica Kenneth. 

O treinamento realizado para a Fast Future - em parceria com a Avado - foi destinado a líderes seniores e contou com um bootcamp Generative-AI Skills, além de workshops e uma série de webinars sobre novos módulos focados em Generative-AI para Data & Digital Apprenticeships e o Digital Career Accelerator Bootcamp. 

Kenneth explorou cases de uso de IA generativa, incluindo como aumentar o ritmo de execução das tarefas, redução de custos, além de destacar as questões legais e éticas que envolvem o uso da tecnologia.

“Para a Fast Future, os líderes puderam compreender que, com a IA Generativa é possível criar materiais de treinamento personalizados, adaptados às necessidades individuais específicas do aluno e melhorar a eficiência e a eficácia dos treinamentos da companhia”, conclui.

Uma das principais formas que a IA Generativa está sendo usada nas empresas é na criação de campanhas de marketing personalizadas e direcionadas, automatização de tarefas como análise de dados e tomada de decisões. Além disso, pode ajudar as empresas a tomar melhores decisões e melhorar suas operações, resultando em maior eficiência e economia de custos. 

Kenneth Corrêa – Diretor de Estratégia da 80 20 Marketing e especialista em negócios digitais, novas tecnologias, marketing, inteligência competitiva e Metaverso. Professor de MBA da FGV, professor e palestrante pela Digital House e Por Exemplo. Há 15 anos desenvolve e monitora projetos de marketing e tecnologia, atendendo empresas como: Suzano, Thermo Fisher Scientific, Elanco Saúde Animal e Mosaic Fertilizantes.

 

 

Imagens relacionadas

Inteligência Artificial Generativa deve crescer a uma taxa anual de 63,8% até 2025Inteligência Artificial Generativa deve crescer a uma taxa anual de 63,8% até 2025Pixabaybaixar em alta resolução
--

Nenhum comentário

UA-102978914-2