Últimas notícias

Moça cuida de porca de mais de 200 quilos no centro platinense

Vizinhos se dividem em opiniões favoráveis e críticas

Uma família cujo animal doméstico é uma porca. No início, vizinhos, familiares e amigos se surpreendiam, mas agora já se acostumaram. Amanda Máximo é a dona do bicho, que vive no centro de Santo Antônio da Platina (rua 13 de Maio cem metros abaixo do banco Itaú) e tem um ano e dois meses (fotos).
O marido de Amanda, Márcio, é sobrinho do ex-deputado estadual e empresário Reny Borsatto e gerencia numa churrascaria platinense. O rapaz também gosta de animais, assim como a filha dos dois, Manuela, de 11 anos.
Vizinhos se dividem em opiniões favoráveis e críticas.A Vigilância Sanitária esteve na casa, segundo conta a dona do animal, e nada demais foi encontrado.Alguns elogiam o cuidado que tem com a porca.
                                   
Helena, nome do animal da raça Pietran, toma leite de vaca, vitamina de frutas e sucos,come arroz, ração, entre outros tipos de alimentos.
Quando era “criança”, ela tinha o local específico para os dejetos, passeava de carro e pelas ruas de coleira.Agora, não mais, pelo peso e tamanho.
“É um animal como outro qualquer e gostamos muito dela, sempre levamos ao veterinário…Enfim, tudo normal”, afirma a moça, sorridente.
Para quem acusa a mulher de “querer aparecer” e “ser desocupada”, Amanda responde que trabalha na empresa Yazaki e que, desde quando residia em Curitiba, já ajudava ONGs(Organização Não-Governamental) de proteção aos animais.
Atualmente, a rotina da porca Helena é dormir e comer. Acorda de manhã, toma detox(suco de maçã, laranja e gengibre), repousa, desperta em torno das 16 horas e se alimenta de comida como arroz e carne de frango, em seguida “descansa” mais um pouco e depois acorda para comer de novo.Adormece às 23 horas.
São de dois a três banhos por dia.A porca quando passeia fica nas calçadas perto da casa e atrai curiosos, sendo que alguns param para filmar e tirar selfies.
Pietrain é uma raça de origem belga destinada, em princípio, para a produção de carne e toucinho. Caracterizada por sua pelagem branca com manchas pretas, apresenta temperamento tranquilo. Em comparação com as raças Landrace e Duroc, a Pietrain apresenta o melhor rendimento de carcaça, porém ela não deve ser abatida pela dona, e muito menos virar churrasco: “A Helena se dá bem com a gente e também com os outros dois cachorros e uma gata.
Porcos são relativamente inteligentes. Eles se apegam às pessoas e é fácil adaptá-los a conviver com outros bichos numa residência, embora seja incomum.
São também fáceis de adestrar : usando reforço positivo, é possível ensinar vários truques a eles, como se faz com os cães e gatos.
Pode-se ainda utilizar o mesmo treino usado com cães para ensinar os porcos a fazer as necessidades em determinado local. Novamente, usando reforço positivo, os resultados costumam aparecer bem rápido.
É até possível que eles se acostumem a serem pegos no colo, através de associações positivas. No geral, costumam se sentir desconfortáveis quando estão com as pernas suspensas, o que pode fazê-los gritar de forma até assustadora. Se a intenção for poder pegar algum porquinho no colo sem maiores escândalos, é importante ter paciência e respeitar o limite deles.

FONTE - NP DIARIO

Nenhum comentário