Últimas notícias

Operação mira quadrilha que aplica golpe em vítimas que tiveram veículos roubados no PR, SP e GO

A Polícia Civil do Paraná deflagrou uma operação nesta quarta-feira (5) para prender uma quadrilha que aplica golpes em vítimas de furtos e roubos de veículos em pelo menos três estados do país. A operação, batizada como Boi na Linha, foi deflagrada pela Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos nos estados de Goiás e também no Distrito Federal. Ao todo, mais de 70 policiais civis do Paraná e de Goiás estão nas ruas para cumprir 20 mandados judicias, sendo 12 de prisão temporária e oito de busca e apreensão.

A investigação, que levou um ano, revela que o chefe da organização criminosa é um homem que está preso numa penitenciária na cidade de Luziânia, no Estado de Goiás. De dentro da cela, por telefone, ele obtinha informações sobre as vítimas que tinha o veículo roubado ou furtado e depois entrava em contato com elas exigindo dinheiro em troca de entregar o automóvel. Além da perda do veículo, a vítima ainda depositava dinheiro para os criminosos com a esperança de recuperar o bem – o que nunca acontecia. 

A suspeita é que esta quadrilha tenha aplicado pelo menos 10 golpes por semana. O valor pedido variava de R$ 1 mil até R$ 7 mil, dependendo do modelo do veículo. A investigação da DFRV conseguiu identificar vítimas desta quadrilha nos estados do Paraná, São Paulo e Goiás.

Além do homem apontado como chefe do esquema criminoso, a polícia está atrás das pessoas que cediam as contas bancárias para que os depósitos em dinheiro fossem feitos. Entre os alvos da operação Boi na Linha estão a mulher do preso e uma cunhada.

Aliás, este trio é um velho conhecido da polícia. No ano de 2015 os três foram presos no Estado de São Paulo suspeitos de aplicar exatamente o mesmo golpe – utilizando o mesmo modus operandi: obtinha informações sobre os roubos e furtos e depois exigia dinheiro das vítimas com a promessa de devolução do veículo.

FONTE - GRUPO DE WHATS - REPÓRTER DA HORA

Nenhum comentário