Últimas notícias

Prefeito e vice-prefeito de Mangueirinha são alvos de operação do Gaeco

O prefeito de Mangueirinha, no sudoeste do Paraná, Elídio Moraes (PSDB), e o vice, Leandro Dorini (Rede), foram alvos de uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) deflagrada na manhã desta quarta-feira (14).
O Ministério Público Estadual (MP-PR) investiga um suposto esquema de fraudes em licitações para obras, principalmente, de asfalto e de calçamento.
Segundo a promotoria, em 2017 a empresa vencedora de uma concorrência para obras em Mangueirinha foi coagida e dividir a execução com empresas indicadas pela prefeitura com o objetivo de beneficiar aliados do grupo político do prefeito.
No total, foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão também em Chopinzinho, no sudoeste, e em Palmas, no sul do estado.
Na casa de Moraes, os agentes encontraram munição de origem estrangeira proibida no Brasil. Ele não foi preso em flagrante porque está viajando. Já na casa do vice, foi encontrada uma arma com registro vencido.
As ordens de busca foram cumpridas na casa e nos gabinetes do prefeito, do vice-prefeito, do procurador-geral de Mangueirinha, do engenheiro responsável pelo Departamento de Obras e nas secretariarias de Finanças e de Administração, além das residências e empresas - uma oficina mecânica e duas empreiteiras - de três empresários.
Na casa de um deles foram apreendidos US$ 19 mil.
Os investigados devem responder por crimes de fraude em licitações, organização ou associação criminosa, falsidade em documentos, peculato e concussão.
A operação foi batizada de "Companheiros".
FONTE - G1 PR

Nenhum comentário