[Fechar]

Últimas notícias

Policial militar de Santa Catarina é preso em Paranavaí suspeito de extorquir homem ao cobrar dívida


Um policial militar de Santa Catarina foi preso suspeito de ameaçar e extorquir um homem em Paranavaí, no noroeste do Paraná, na sexta-feira (24). Segundo a Polícia Civil, o agente, que tem 34 anos, e outras duas pessoas usaram arma de fogo para cobrar uma dívida da vítima.

 

De acordo com a Polícia Civil, a vítima, que tem 30 anos, pegou R$ 24 mil emprestados de um agiota, com juros de 10% por semana. Ela não conseguiu pagar.

 

Em depoimento, a vítima contou que o policial de Santa Catarina comprou parte da dívida, que agora já estava em R$ 90 mil, e passou a cobrar o valor. À Polícia Civil o homem de 30 informou que concordou com o valor e juros cobrados, e que pagou parte do que devia com dinheiro, joias e celulares.

 

O Boletim de Ocorrências detalha que, na manhã de sexta-feira, a vítima da extorsão foi até o encontro do policial militar e no local foi ameaçado por ele e por outros dois homens. O PM teria apontado uma arma.

 

O devedor conseguiu fugir e pediu ajuda. A Polícia Militar de Paranavaí foi chamada e conseguiu prender o agente de Santa Catarina e os dois homens que estavam com ele.

 

Ao ser parado pela equipe da Rotam, o agente se apresentou como PM catarinense e apresentou a identidade funcional do órgão. Os policiais de Paranavaí encontraram uma arma de fogo carregada com quatro cápsulas de munição na cintura dele.

 

No carro, também foram encontradas mais cápsulas de munição e um simulacro de arma.

 

Ainda conforme a Polícia Civil, o policial preso contou que no fim de maio emprestou R$ 65 mil para o morador de Paranavaí, e que o homem se recusava a pagar o valor devido.

 

Por ter dívidas, o policial disse que cobrou a dívida na sexta-feira, mas que o homem correu e puxou a camiseta dele. O agente negou que tenha feito ameaças e que apontou a arma de fogo.

 

O agente foi preso e levado ao batalhão da PM de Paranavaí. Na madrugada deste sábado (25), o policial militar foi solto por determinação da Justiça.

 

FONTE – G1 PR


Nenhum comentário