[Fechar]

Últimas notícias

Isolamento social reduz número de acidentes de trânsito do PR em 25%

Bem Paraná – A adoção do isolamento social como prevenção ao contágio do novo coronavírus trouxe ainda um ‘efeito colateral’ positivo ao Paraná. É que com a menor circulação de pessoas (e de veículos), o estado registrou entre março e agosto uma importante redução no número de acidentes e mortes no trânsito, revelam dados levantados pelo Bem Paraná por meio do Sistema Digital de Dados Operacionais do Corpo de Bombeiros do Paraná (SYSBM-CCB).
Entre os dias 18 de março e 27 de agosto deste ano, o Paraná registou um total de 16.597 ocorrências de trânsito, com um total de 582 óbitos. No mesmo período do ano anterior, contudo, haviam sido 22.237 acidentes, com 654 mortes. Temos, então, uma redução de 25,36% no número de acidentes e de 11,01% no de óbitos.
Analisando-se os dados mês a mês, temos e fazendo um cruzamento com o índice de isolamento social no estado, divulgado diariamente pela empresa InLoco, verifica-se que os acidentes aumentam ou reduzem na medida e também quase na mesma proporção em que há mais ou menos pessoas circulando.
Em março e abril, por exemplo, quando o índice de isolamento social no Paraná foi mais significativo, a redução nos óbitos foi significativa, passando de 63 e 101 em 2019 para 33 e 71 em 2020, respectivamente. Nesses dois meses, o número de acidentes foi de 1.040 e 2.770, ante 1.883 e 4.053 no ano passado.
Com a ocorrência de menos acidentes, também verifica-se uma redução no número de hospitalizações. Os dados, levantados por meio do Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH/SUS), mostram que neste ano 3.327 pessoas precisaram ser internadas por conta de acidentes de transporte entre março e junho. No mesmo período do ano anterior haviam sido 3.733 hospitalizações, uma diferença de 10,88% de um ano para o outro.
O fenômeno, entretanto, não é uma exclusividade paranaense, como seria de se esperar. Em São Paulo, por exemplo, as mortes em acidentes de trânsito tiveram uma queda de 11% no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período de 2019, passando de 2.596 para 2.321.
Já no Brasil inteiro, os dados do SIH/SUS apontam para uma queda de 17,23% nas hospitalizações decorrentes de acidentes de transporte, que passaram de 69.971 entre março e junho de 2019 para 57.918 no mesmo período deste ano.
Motociclistas
Já quando o assunto são os motociclistas, a situação já não é tão confortável. O número de acidentes envolvendo motociclistas em acidentes de trânsito teve queda de apenas 2,81% no Paraná. Foram 1.461 de março a maio de 2019 contra 2.420 no mesmo período deste ano, praticamente sem alteração. A categoria é uma das que mais circulou mesmo durante a pandemia, já que estão no grupo de serviços essenciais.
Mas, apesar do número de acidentes não ter caído substancialmente, pelo menos a gravidade das ocorrências diminuiu. Os casos de mortes em acidentes de trânsito de motociclistas caiu 46,77% no período no Estado, passando de 186 casos em 2019 para 99 neste ano de março a maio.
OS NÚMEROS NO ESTADO DO PARANÁ
Acidentes de trânsito no Paraná
(18 de março a 27 de agosto de cada ano)
2020: 16.597
2019: 22.237
Variação: -25,36%
Óbitos em acidentes de trânsito no Paraná
(18 de março a 27 de agosto de cada ano)
2020: 582
2019: 654
Variação: -11,01%
Fonte: Sistema Digital de Dados Operacionais do Corpo de Bombeiros do Paraná (SYSBM-CCB)
Acidentes de transporte
(março a maio de cada ano)
Hospitalizações na rede SUS por acidente de transporte no Paraná
(março a junho de 2020)
2020: 3.327
2019: 3.733
Variação: -10,88%
Fonte: Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH/SUS)

Nenhum comentário