[Fechar]

Advertisement

Últimas notícias

Ciclovia nas rodovias do Paraná representa respeito ao cidadão, diz deputado Turini


 A construção de ciclovias precisa estar entre as obrigações das futuras concessionárias de rodovias do Paraná para melhorar as condições de segurança na circulação de ciclistas, garantir mobilidade sustentável, estimular a redução de veículos motorizados e praticar uma visão moderna de gestão pública, com respeito ao cidadão. É o entendimento do deputado estadual Tercilio Turini, em apoio à audiência da Frente Parlamentar sobre o Pédagio em defesa de ciclovias.

Turini cita que, entre as nove propostas que apresentou ao Ministério da Infraestrutura, uma defende a implantação de ciclovia ao longo da BR 369, entre Cambé e Apucarana. “A intenção é facilitar o tráfego de ciclistas que fazem o percurso para trabalho, lazer, atividade física ou treinamento para competições. É comum ver grupos de pessoas pedalando no acostamento da rodovia, praticamente todos os dias, correndo risco pela falta de espaço adequado, sem a mínima sinalização e alerta aos motoristas”, ressalta.

No documento protocolado na ANTT, o deputado cita que as condições na rodovia são favoráveis para ciclovia: a topografia tem retas, subidas e descidas, características recomendadas em passeios e ciclismo de alto rendimento; o trajeto em sua extensão passa em poucos locais de perímetro urbano; as pistas duplicadas evitam concorrência de bicicletas com veículos e também a paisagem rural é bem apropriada para lazer ou condicionamento físico.

“A cada dia cresce o número de ciclistas, é uma atividade saudável e pode resultar em benefícios à mobilidade urbana e rodoviária. Daqui alguns anos teremos muito mais gente utilizando bicicleta como meio de locomoção e para lazer. Precisamos construir ciclovias e a licitação das novas concessões representa um ótimo momento para garantir essas obras nas rodovias paranaenses”, afirma Tercilio Turini.   

Nenhum comentário

UA-102978914-2