[Fechar]

Advertisement

Últimas notícias

Covid-19: Paraná vai imunizar população geral de 59 a 18 anos na próxima fase


 O Paraná vai seguir uma nova recomendação do Ministério da Saúde e deve começar a vacinar uma população geral contra um Covid-19 assim que aplicar as doses previstas nas pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas. 

A pasta federal divulgou nesta sexta-feira (28) que iniciará uma vacinação geral por ordem decrescente de idade, dos 59 aos 18 anos, e enviará como doses aos estados de forma escalonada para atender esse público, juntamente com os grupos prioritários definidos no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19.

A Secretaria da Saúde explicou o Estado segue como diretrizes do Plano Nacional de Imunizações (PNI), mas aguarda uma pauta com as orientações sobre os procedimentos para atender ao público geral, ou que deve vir em formato de nota técnica. Segundo o PNI, o Paraná conta com 8.820.544 pessoas vacináveis, considerando uma população com mais de 18 anos. O Estado vacinou até esta sexta-feira (28) 2,4 milhões com a primeira dose e 1,1 milhão com ambas. 

O Ministério também orienta os estados a iniciarem a imunização de profissionais da educação, público que já é atendido pelo Paraná desde o começo do mês. O Estado foi um dos primeiros do País a tomar essa iniciativa e até agora 44,8 mil trabalhadores do ensino básico já foram imunizados, de acordo com o vacinômetro do Sistema Único de Saúde (SUS). Essa estratégia vale o retorno gradual das aulas no modelo híbrido na rede estadual. Também já foi imunizada grande parte dos profissionais da saúde, indígenas, pessoas com deficiência, idosos institucionalizados e pessoas com 60 anos ou mais. Neste momento, estão sendo atendidas como pessoas comorbidade, gestantes, puérperas, como quadro de segurança e salvamento e como Forças Armadas. O Estado também iniciou nesta sexta-feira (28) a vacinação dos trabalhadores portuários. As novas recomendações foram pactuadas na Comissão Intergestores Tripartite (CIT), realizada nesta quinta-feira (27), com representantes do Ministério da Saúde, estados e municípios. As orientações também estão em uma nota técnica do PNI.

Conteúdo do portal Boca Maldita - bocamaldita.com

Nenhum comentário

UA-102978914-2