[Fechar]

Advertisement

Últimas notícias

CRIANÇAS DEVEM SER IMUNIZADAS CONTRA VÍRUS INFLUENZA


 Campanha nacional termina no próximo dia 9


No inverno, os casos de gripe aumentam entre as crianças de seis meses a menores de seis anos que estão mais sujeitas às complicações provocadas pelo vírus Influenza como pneumonias e síndromes respiratórias. A melhor forma de prevenção é a vacina. "Meu filho toma todos os anos e quase nunca fica doente", conta o pai Celso Freire ao lado de Benjamim de 3 anos. A campanha de vacinação contra a gripe termina no dia 9 de julho para as pessoas dos grupos prioritários. Quem tomou a dose contra a Covid-19 há pelo menos 14 dias pode receber também a da gripe.

VACINA GRIPE: TIRE SUAS DÚVIDAS
O Ministério da Saúde disponibilizou aproximadamente 80 milhões de doses da vacina contra gripe. A influenza é uma infecção viral aguda, que afeta o sistema respiratório e é de alta transmissibilidade. A campanha nacional acaba no próximo dia 9. É necessário levar a caderneta de vacinação e um documento com foto.

Devem procurar um serviço de saúde para tomar a dose única os chamados grupos prioritários, que são: gestantes e mães com até 45 dias após o parto; crianças de 6 meses a menores de 6 anos; povos indígenas; trabalhadores da saúde; idosos com 60 anos ou mais; professores; doentes crônicos e com outras condições clínicas especiais; pessoas com deficiência; membros das forças armadas, de segurança e salvamento; caminhoneiros; motoristas e cobradores de transporte coletivo; e trabalhadores portuários.

A campanha de vacinação contra a gripe ocorre ao mesmo tempo que a da Covid-19. Por isso, é preciso respeitar um intervalo de pelo menos 14 dias entre as duas vacinas. Quem ainda não tomou a dose contra Influenza, mas está perto, deve dar preferência para a vacina contra a Covid-19. Então, só depois de 14 dias, deve ser tomada a vacina da gripe.
Confira mais informações sobre a vacina contra a gripe provocada pelo vírus influenza e a lista dos grupos prioritários no site do Ministério da Saúde.

Nenhum comentário

UA-102978914-2