[Fechar]

Advertisement

Últimas notícias

Tempestade causa desabamentos em Curitiba e alaga ruas no Litoral do Paraná


 As pancadas de chuva que atingiram Curitiba e o Litoral na noite desta quarta-feira (5) deixaram um rastro de destruição. Na capital,  houve pontos de alagamento e pelo menos três situações de desabamento, conforme boletim da Defesa Civil de Curitiba. Em Matinhos, Caiobá, Guaratuba, Pontal do Paraná e Paranaguá foram vários pontos de alagamentos. Em alguns casos, a água chegou a cobrir os carros nas ruas. Segundo o Simepar, em Curitiba choveu 22 mm, em Araucária, na Região Metropolitana, 74,8 mm, em Matinhos, 123 mm e em Guaratuba, 112,8 mm, até as 23 horas. A Prefeitura de Matinhos já preparava na noite desta quarta o Ginásio Vicente Gurski para receber os desabrigados.

Entre os locais com alagamentos na capital, os registros aconteceram na região da Praça Osório (Rua Visconde de Nacar e Avenida Vicente Machado), da Rodoferroviária (ala estadual) e nas proximidades da trincheira da Rua General Mário Tourinho. Também houve registro de alagamentos nas ruas Adinar dos Santos Ribeiro (Fazendinha), José João Ferreira de Lima e Fausto Scorsim (CIC), Dionísio Ribeiro Baptista (Novo Mundo),  e Guilherme Ihlenfeldt (Bacacheri).

No Bigorrilho, a parede do subsolo de um prédio residencial desabou. No Santa Cândida, houve desabamento do muro de um condomínio. Equipe da Cosedi foi deslocada para avaliação emergencial da estrutura nos dois casos. Ainda, no bairro Batel, foi registrada a queda de parte do telhado de um restaurante.  Equipes da Defesa Civil, da Arborização (Meio Ambiente), da Guarda Municipal, da Superintendência de Trânsito (Setran) e da Coordenadoria de Segurança de Edificações e Imóveis (Cosedi) trabalham em atendimento às ocorrências. Pela Central 156 de Atendimento ao Cidadão houve registro de 10 solicitações de quedas de árvore e galhos grandes em via pública. Em Santa Felicidade, a Guarda Municipal forneceu lona emergencial para uma residência. Não há registro de pessoas que precisaram deixar suas casas (desabrigadas ou desalojadas).

Curitiba teve rajadas de vento de 29,9 km / h geradas pelo Simepar e combinação acumulada de 74,4 mm registrados na estação pluviométrica do Cemadem (Vista Alegre). A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Curitiba continua monitorando as situações para eventual intervenção e acionamento dos órgãos competentes.

Uma tempestade que atingiu o Litoral do Paraná na noite desta quarta (5) alagou várias ruas em Caiobá, Matinhos, Guaratuba e Paranaguá. Carros ficou conhecido da água em Caiobá e Matinhos. Até as 23 horas, as prefeituras do Litoral ainda não existem um balanço do estrago tempestade pela tempestade.

A Prefeitura de Matinhos, no entanto, já preparava na noite desta quarta o Ginasio Vicente Gurski pra hospedar os desabrigados. Quem precisa de ajuda deve ligar para o 153 A Defesa Civil do município está em estado de alerta com equipes trabalhando nas ruas para atender às emergências. 

Balsa e estradas

Também teve confusão no Ferry Boat, que liga Guaratuba a Caiobá no Litoral do Paraná. Por volta das 22h30, uma fila de espera já era de quatro horas no local e a grande quantidade de chuva prejudicou ainda mais o embarque dos carros por causa do desnível para entrada e saída dos veículos. 

Energia

Mais cedo, no fim da tarde, a chuva com ventos fortes derrubou árvores no quilômetro 14 da BR-277 km 14 sentido Curitiba, próximo a PRF de Alexandra Matinhos.

Segundo a Copel, o Litoral e Curitiba estavam com serviços normais, exceto Guaraqueçaba, que tinha aproximadamente 750 domicílios sem luz até às 21h30. 

A Marinha do Brasil, por meio do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), também havia alertado na tarde desta quarta (5) para passagem de uma frente fria sobre o oceano que poderia provocar ventos de direção Sudoeste a Sudeste, com intensidade de até 61 km / h (33 nós), na faixa litorânea entre os estados de Santa Catarina, ao norte de Laguna, e do Paraná, ao sul de Paranaguá, até a noite de 6 de janeiro. 

Com informações Bem Paraná. - VIA BLOG DO ODAIR MATIAS

Nenhum comentário

UA-102978914-2