ESPORTE - Batata sofre com estiagem de gols



Na "seca" desde a segunda rodada, centroavante quer desencantar no domingo para garantir a classificação do LEC

Ricardo Chicarelli/14-02-16
Camisa 9 do Tubarão vive jejum de mais de 50 dias e espera reencontrar o caminho das redes

Quando entrar em campo domingo para enfrentar o J. Malucelli, o centroavante Bruno Batata vai completar 53 dias sem balançar as redes com a camisa do Londrina. O jejum do artilheiro alviceleste vem desde a segunda rodada quando ele marcou os dois gols da vitória sobre o Toledo, em 3 de fevereiro, no Estádio dos Pássaros, em Arapongas.
O próprio atacante reconheceu que a ausência de gols tem incomodado. Afinal de contas, a situação não é comum na vida do centroavante. Tanto no Brasileiro da Série D, em 2014, quanto na Série C, em 2015, Batata chegou no meio das competições e mesmo assim foi o artilheiro isolado do LEC.
"Brinco que gosto de vir aqui (na entrevista coletiva) quando estou fazendo gol direto porque aí só tem coisa boa para falar. Eu me cobro diariamente, mas é uma situação que não pode me atrapalhar senão eu não consigo render", comentou. Mesmo com o jejum de gols, Batata é o artilheiro do clube, agora ao lado de Zé Rafael, com três gols.
Apesar de ter conquistado os objetivos traçados nos últimos anos, as equipes formadas pelo técnico Claudio Tencati não se destacam muito pela força ofensiva. Raramente, o ataque londrinense está entre os melhores. Neste Paranaense não é diferente. O Londrina marcou 12 gols em dez jogos e só balançou mais a rede que Maringá e Operário.
"O Tencati cobra que temos que criar mais e fazer mais gols. Mas, é importante ressaltar que o nosso sistema de jogo já é vitorioso há um bom tempo. Temos uma equipe muito sólida e se aumentarmos a média ofensiva com a defesa forte estaremos perto do ideal", apontou Batata.
Apesar de admitir que não se sente pressionado, o camisa 9 sabe que a concorrência no ataque vai aumentar, principalmente na Série B. Keirrison será relacionado pela primeira vez neste domingo e no Nacional, outra opção para o treinador será Itamar, experiente centroavante com passagens pelo Palmeiras, Flamengo e clubes da Coréia do Sul e México. Por isso nada melhor que voltar a fazer as pazes com o gol e com a torcida já no domingo.
"É o dia para a bola voltar a entrar e poder ajudar o time a fazer um grande jogo, com gols para chegarmos bem no mata-mata", ressaltou o camisa 9.
Lucio Flávio Cruz
Reportagem Local/FOLHA DE LONDRINA
ESPORTE - Batata sofre com estiagem de gols ESPORTE - Batata sofre com estiagem de gols Revisado por Blog do Chaguinhas on 08:35:00 Rating: 5

Anúncios