Produção orgânica em expansão






Segundo estimativa do Mapa, atividade cresce em ritmo acelerado e já está presente em 22,5% dos municípios brasileiros

Shutterstock
Para alguns produtores, cultivo de alimentos orgânicos foi uma necessidade de evitar os riscos à saúde pelo consumo excessivo de produtos agrotóxicos

Curitiba - A produção orgânica é registrada em 22,5% dos municípios brasileiros. Números divulgados nesta semana pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) atestam o crescimento dos orgânicos no País. Em 2013, havia 6.700 unidades de produção orgânica. Hoje, o número chega a 14.449 unidades. O caso do produtor orgânico Claudinei Gonçalves Cordeiro, de São José dos Pinhais (Região Metropolitana de Curitiba), que em julho deste ano completa uma década de cultivo de hortaliças dentro dos padrões estabelecidos pelo MAPA para a certificação, elucida bem o fortalecimento da presença desse tipo de produção nos municípios do Brasil.
Na época, com uma área de quatro hectares, Cordeiro tomou essa decisão após ter problemas de saúde decorrentes do acúmulo de resíduos de agrotóxicos no organismo. "Eu senti na pele os efeitos nocivos e resolvi mudar a forma de produzir alimentos. O que eu não imaginava era que seria uma opção tão interessante na parte financeira", admite.
De acordo com ele, o produtor de orgânicos não fica tão suscetível às flutuações de preços, como nas culturas convencionais. "Não existe uma superprodução que faça o preço despencar a ponto de não cobrir os custos de produção. E o escoamento da produção é certo, uma vez que o consumidor é mais consciente", explica.
Foi mantendo uma margem de lucro de 30% nas hortaliças do grupo ABC (alface americana, brócolis e couve-flor) que ele viu o negócio familiar prosperar. "Começamos em três pessoas da família, e hoje tenho 46 funcionários para dar conta de cultivar 80 hectares de terra com hortaliças orgânicas. Só não aumentei mais a produção por conta do custo trabalhista da CLT e pela dificuldade de encontrar mão de obra qualificada para as especificidades da agricultura orgânica".
Cultivando exclusivamente orgânicos em uma área 20 vezes maior do que a inicial, e agregando valor com o embalo dos alimentos que carregam a marca Cordeiro & Caregnato, sobrenome dele e de sua esposa, a empresa familiar revende 90% do que é produzido aqui para o mercado paulista. "O mercado no Paraná é bem abastecido, por isso exploramos novos mercados e cativamos os paulistas", avalia.

SEMANA
O Mapa promoveu na última quarta-feira, na sede do ministério, em Brasília, um encontro como parte da Semana dos Alimentos Orgânicos de 2016, que está sendo realizada em 25 estados e no Distrito Federal até amanhã. Durante a palestra, o coordenador de agroecologia do Mapa, Rogério Dias, afirmou que para a organização da produção orgânica brasileira, o ministério conta com as Comissões de Produção Orgânica (CPORgs) nas unidades da Federação. Essas comissões coordenam ações de fomento à agricultura orgânica; sugerem adequação das normas de produção e controle da qualidade; ajudam na fiscalização e propõem políticas públicas para o desenvolvimento do setor. Elas são formadas por 578 entidades públicas e privadas. "Com essa rede abrimos um espaço para dialogar e melhorar a participação social no mercado e o consumo de orgânicos", disse o coordenador.
Magaléa Mazziotti
Reportagem Local/FOLHA DE LONDRINA
Produção orgânica em expansão Produção orgânica em expansão Revisado por Blog do Chaguinhas on 07:46:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios