PSTC PERDE E RECLAMA POR TER QUE JOGAR EM CAMPO NEUTRO




PSTC perde por 2 a 1 para São Paulo (RS) na abertura da Série D e técnico reclama por ter de jogar em campo "neutro" em Londrina

Anderson Coelho
PSTC ainda aguarda a confirmação da CBF para saber se pode voltar a jogar em Cornélio Procópio

O PSTC Procopense estreou mal na Série D do Campeonato Brasileiro, ao perder ontem para o São Paulo (RS) por 2 a 1, no Estádio do Café, em Londrina. Apesar de ter o mando de campo, o time teve de jogar longe de Cornélio Procópio, em campo praticamente neutro, e não conseguiu manter as boas atuações que o levaram à semifinal do Paranaense deste ano.
As duas partidas da primeira rodada do Grupo A16 terminaram em 2 a 1, com vitórias dos visitantes. Assim, Linense (SP) e São Paulo ficaram com três pontos, enquanto PSTC e Inter de Lages (SC) ficaram com zero.
Logo no início, os gaúchos apertaram a marcação no campo de defesa dos paranaenses, o que dificultou a armação de jogadas do PSTC. As roubadas dos visitantes no campo de ataque eram comuns e assim saiu o primeiro gol. Aos 21, o meia Julio Abu tentou cruzar da esquerda e, após desvio na zaga, a bola encobriu e morreu nas redes do PSTC.
Seis minutos depois, o São Paulo ampliou. Athos cruzou da esquerda na cabeça de Lucas Silva, que, livre, fez o segundo.
Na volta do intervalo, o PSTC começou a abusar da velocidade pelas pontas. Logo aos 2 da segunda etapa, em bonita tabela pela esquerda, Diego cruzou para Lucão, livre, na entrada da área, chutar forte para diminuir.
Mas foram os visitantes que quase ampliaram. O zagueiro Pedrão perdeu bola dividida no alto, dentro da área, para o atacante Claudir. O são-paulino ficou com a bola e, ao tentar driblar o goleiro do PSTC, sofreu pênalti, aos 25. Athos cobrou, mas parou nas mãos do arqueiro.
A jogada deu novo ânimo ao time da casa, mas por pouco tempo. Aos 32, o atacante Tacio reclamou muito de um lateral dado ao time adversário, levou o cartão amarelo, continuou a reclamar e foi expulso. Com um a menos, os visitantes voltaram a dominar o jogo até o apito final.

INÍCIO RUIM

O técnico Reginaldo Vital disse que a estreia foi boa. "Fizemos um primeiro tempo abaixo da média, mas gostei da equipe no segundo tempo", afirmou. Porém, é mesmo o fato de ter de jogar fora de casa que mais incomoda Vital. "O torcedor procopense já mostrou que é o 12º jogador e, no Café, é neutro. Fica difícil até pela dimensão (do gramado)", completou. O PSTC ainda aguarda a confirmação da CBF para saber se pode voltar a jogar no Estádio Ubirajara Medeiro na próxima partida como mandante.

Em Londrina

PSCT 1X2 São Paulo (RS)

PSTC
Lucas Alves; Adriano, Pedrão (Luan), Tayron e Índio; Spice, Welker e Baroni; Diego (Rodrigo), Tácio e Lucão (Afonso). Técnico: Reginaldo Vital

São Paulo (RS)
Deivity; Raulen, Cleyton, Henrique (Fernando Pinto) e Anderson Luiz; Favoni, Guto Dresch, Athos e Julio Abu; Anderson Oliveira e Lucas Silva (Claudir). Técnico: Tiago Nunes

Gols: Julio Abu, aos 21, e Lucas Silva, aos 27 do 1º tempo; Lucão, aos 2 do 2º tempo
Cartão vermelho: Tacio (PSTC)
Árbitro: Thiago de Alencar Gonzaga
Público: 125 (46 pagantes)
Renda: R$ 710
Local: Estádio do Café
Fábio Galiotto
Reportagem Local/FOLHA DE LONDRINA
PSTC PERDE E RECLAMA POR TER QUE JOGAR EM CAMPO NEUTRO PSTC PERDE E RECLAMA POR TER QUE JOGAR EM CAMPO NEUTRO Revisado por Blog do Chaguinhas on 11:26:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios