Saúde alerta sobre ataques de escorpiões






Dourival Ribeiro da Silva, agente de saúde pública: primeiros escorpiões foram encontrados no município há 14 anos


Santo Antônio da Platina - O Departamento Municipal de Epidemiologia, ligado à Secretaria de Saúde de Santo Antônio da Platina, alerta os moradores para os riscos à saúde causados por escorpiões. A equipe do departamento prepara um mutirão para acabar com a infestação dos animais em pelo menos três bairros. As vítimas podem ir a óbito se não forem socorridas a tempo. Apesar do crescimento preocupante da espécie Tityus serrulatus, considerada a mais perigosa pelos biólogos, os registros de ataques no município ainda são considerados baixos. Em 2015, a Saúde registrou dois ataques. Este ano, quatro pessoas já foram picadas pelo animal.
De acordo com o agente de saúde pública Dourival Ribeiro da Silva, os primeiros escorpiões foram encontrados na cidade há 14 anos. "Trabalhava na (extinta) Sucam, quando fui informado sobre a existência de escorpiões no bairro Vista Alegre, localizado próximo ao Morro do Bim. Era o da espécie amarela, o mais perigoso. Foi feita a captura do animal, mas logo surgiram mais por ali mesmo e depois em outros bairros. Com o passar dos anos, a situação fugiu do controle", conta Silva.
A enfermeira Josiane Aparecida Teixeira, responsável pelo Departamento Municipal de Epidemiologia, explica que a Secretaria de Saúde pretende iniciar um trabalho para exterminar os animais, mas que para isso primeiro é preciso mapear a cidade. "Estamos preparando uma equipe com profissionais e voluntários para combater os escorpiões, mas antes de qualquer coisa precisamos saber onde estão as maiores concentrações desses animais. O trabalho é semelhante ao desenvolvido no combate à dengue, primeiro mapeamos a cidade para então as equipes saírem a campo", explica.
Ainda conforme Josiane, as equipes devem agir, principalmente, na prevenção e orientação à população. "Esses profissionais e voluntários irão fazer a captura, mas o objetivo vai muito além. A prevenção é o caminho para combater esses animais, por isso os moradores precisam estar orientados. O resultado só irá aparecer se cada um fizer a sua parte", cobra.
Segundo o responsável pelo Departamento de Endemias João Batista Pereira, há infestação de escorpiões nos bairros Jardim Bela Manhã, Vista Alegre e Vila Coelho. O Departamento de Epidemiologia, no entanto, informa que os animais também foram encontrados nos jardins Colorado, São Pedro e Santa Cruz, Conjunto Aparecidinho 3 e no centro da cidade, porém em menor escala.
Luiz Guilherme Bannwart
Especial para a FOLHA DE LONDRINA

Uma única picada pode ser fatal'


Santo Antônio da Platina - O agente de saúde pública Dourival Ribeiro da Silva, de Santo Antônio da Platina, explica que cada escorpião reproduz até 20 filhotes por ano. Durante a vida, a fêmea pode criar até 160 animais, que em poucos de dias se tornam adultos e aptos a procriarem. "Os escorpiões são pouco agressivos e têm hábitos noturnos. Eles vivem em locais propícios para o surgimento de insetos, tais como baratas e grilos, que são seus principais alimentos. Esses aninais sobrevivem a longos períodos sem água e alimentos, e vivem escondidos em lugares escuros e úmidos, como frestas, fendas, atrás de móveis, calçados, roupas, panos, redes de esgoto, fossas, pilhas de madeira, entulhos, telhas, tijolos, cercas e sob pedras", alerta. "Não existe veneno capaz de matar o escorpião, ele só morre com água fervendo. No entanto, não é aconselhável arriscar, pois uma única picada em crianças até 12 anos e em adultos acima de 50 anos pode ser fatal", orienta. 
Os médicos alertam que nem sempre é possível identificar o local do ferimento, que normalmente apresenta ardor, queimação ou irritação semelhante a uma agulhada. A vítima pode apresentar hipo ou hipertermia e sudorese profusa, náuseas, vômitos, sialorreia e, mais raramente, dor abdominal e diarreia. Além disso, o veneno do escorpião também provoca arritmias cardíacas, hiper ou hipotensão arterial, insuficiência cardíaca congestiva e choque, taquipneia, dispneia e edema pulmonar agudo. 
Em casos suspeitos, a vítima deve procurar um médico imediatamente. O soro pode ser encontrado no Pronto-Socorro Municipal e nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). (L.G.B.)

FONTE - FOLHA DE LONDRINA
Saúde alerta sobre ataques de escorpiões Saúde alerta sobre ataques de escorpiões  Revisado por Blog do Chaguinhas on 06:36:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios