Prefeitos iniciam gestão com contas equilibradas



Santo Antônio da Platina - Ao menos quatro novos prefeitos do Norte Pioneiro iniciaram a gestão com as contas dos municípios equilibradas. O balanço apresentado durante as transições de governo mostram que as prefeituras possuem dinheiro em caixa, em alguns casos os valores são expressivos, como em Santo de Santo Antônio da Platina, por exemplo. Segundo o demonstrativo, o Executivo detém pouco mais R$ 15 milhões nas contas. No entanto, segundo os gestores, a grande maioria dos recursos está comprometida com obras anunciadas por seus antecessores. Conforme os prefeitos, não há dinheiro disponível, mas também não há dividas, o que consideram extremamente importante para colocarem em prática as promessas de campanha.

O prefeito de Santo Antônio da Platina, José da Silva Coelho Neto (PHS), o professor 'Zezão', disse que os R$ 15 milhões disponíveis nas contas da prefeitura estão comprometidos, e que do montante apenas R$ 1,6 milhão pode ser administrado por sua equipe de gestão. "Esse dinheiro está reservado para o pagamento das obras iniciadas pelo ex-prefeito Pedro Claro (de Oliveira Neto), e não pode ser utilizado em qualquer hipótese para outras finalidades. O que temos disponível são valores provenientes das arrecadações, como IPTU, por exemplo, e outros R$ 1, 3 milhão do recurso repatriado pelo governo federal que está sendo divido entre os municípios. Esta é a realidade", explica.

Para a maioria dos prefeitos ouvidos pela FOLHA, a meta é cumprir ao longo dos quatro anos de mandato todas as promessas de campanha, porém eles reconhecem a dificuldade de pôr em prática as ações em razão do ‘temido’ limite do índice prudencial, fixado em 51, 30% do orçamento, mas tolerável em até 54% pelo Tribunal de Contas do Estado Paraná (TCE-PR). "Ontem mesmo (segunda-feira) fui alertado pelo nosso Departamento de Contabilidade que estamos trabalhando no limite do índice prudencial. Para administrar o município teremos que reorganizar o orçamento, e para isso ocorrer, uma das medidas será ajustar as remunerações por meio das gratificações", avalia o prefeito de Santo Antônio da Platina.

Em Wenceslau Braz, o prefeito Paulo Leonar (PDT) assumiu o Executivo sem dívidas, no entanto, segundo ele, com dinheiro em caixa suficiente apenas para saldar os compromissos com a folha de pagamento dos próximos meses. "Já estamos trabalhando a liberação de recursos junto aos governos estadual e federal para os investimentos necessários no município. Assumimos a gestão sem nenhuma obra em andamento, mas pretendemos concluir nosso mandato como referência em administração pública", pondera.

O médico Antonelly de Cássio Alves (PMDB) assumiu a prefeitura de Ibaiti cumprindo uma de suas promessas de campanha, iniciar diariamente a jornada de trabalho junto aos funcionários do Departamento de Obras, setor que classifica como um dos mais importantes para o desenvolvimento do município.

O peemedebista também recebeu o Executivo sem dívidas, porém com obras dos governos estadual e federal em andamento. Contudo, os valores dos investimentos e dos recursos financeiros disponíveis ainda estão sendo contabilizados pela equipe de transição de governo.

A prefeita de Andirá, Ione Abib (PMDB), antes mesmo de tomar também posse fez questão de cumprir uma de suas promessas de campanha, arrancar a porta de seu gabinete para o contato direto com a população. Ela também recebeu a prefeitura sem dívidas, e com pouco mais de R$ 7 milhões em caixa. Entretanto, a exemplo dos demais municípios o recurso já está comprometido.
Luiz Guilherme Bannwart
Especial para a FOLHA DE LONDRINA
Prefeitos iniciam gestão com contas equilibradas Prefeitos iniciam gestão com contas equilibradas  Revisado por Blog do Chaguinhas on 07:36:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios