Professores aprovam greve com início em março







Aproximadamente 3.600 professores e funcionários marcaram presença na assembleia estadual na manhã deste sábado (11), em Maringá. Foi aprovado estado de greve da categoria e a adesão à greve nacional da educação que terá início no dia 15 de março.

Segundo a APP-Sindicato, até esta data, a categoria segue com o objetivo de que o governo revogue a resolução 113/2017-SEED, com mobilizações e diálogo com a sociedade.

De acordo com a decisão da Justiça, a medida do governo de diminuir a hora-atividade dos professores é ilegal.


A recepção ao governador e deputados federais em todo o Estado, tendo como pauta a revogação da resolução e a "sensibilização dos parlamentares acerca da reforma da previdência" também foi aprovada pela maioria dos presentes.

Além da questão do sistema de distribuição de aulas, redução da hora-atividade, há também a pauta em relação ao atraso para pagamento do reajuste salarial.

Governo mantém redução da hora-atividade

Na tarde de sexta-feira (10), o governo publicou, em diário oficial, a resolução 357/2017, que altera o artigo 9º da resolução 113/2017, mantendo a redução da hora-atividade dos professores.

A Secretaria de Estado da Educação (Seed) mantém o entendimentode jornada de trabalho em hora-relógio de 60 minutos. Mas de acordo com a APP-Sindicato, a jornada dos professores paranaenses é de no máximo 50 minutos, conforme leis estaduais.

Desta forma, continua a valer a distribuição de 15 aulas em sala e 5 de hora-atividade.

Uma nova liminar deverá ser solicitada em relação a distribuição de aulas.
Fernanda Circhia - Redação Bonde



Professores aprovam greve com início em março Professores aprovam greve com início em março Revisado por Blog do Chaguinhas on 11:22:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios