Casos de influenza B preocupam Santo Antônio da Platina



Doses de Tamiflu estão sendo entregues aos pacientes nas UBSs e na Farmácia Municipal


O município de Santo Antônio da Platina enfrenta uma epidemia do vírus influenza tipo B. Em apenas 15 dias, 262 casos da forte gripe foram confirmados pela Secretaria Municipal de Saúde. Somente no Pronto Socorro Municipal 50 pacientes receberam doses de Tamiflu, medicamento específico para tratamento e profilaxia da doença em adultos e crianças com idade superior a 1 ano. Do total de diagnósticos, 10 resultaram na hospitalização do paciente com quadro de SRGA (síndrome respiratória aguda grave), e um professor morreu com suspeita de H1N1 após ser transferido para UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de Jacarezinho.

No último fim semana, entre sábado e domingo (21 e 22), outros 50 pacientes foram classificados com os sintomas gripais (febre, tosse, dor no corpo e na cabeça) no Pronto Socorro Municipal, que contou com mais uma equipe médica para atender a demanda. O número de casos da doença, no entanto, pode ser muito superior, uma vez que a Secretaria Municipal de Saúde ainda contabiliza os atendimentos pela atenção primária nas sete UBSs (unidades básicas de saúde) do município.

Os números alarmantes fizeram com que a secretaria reunisse na tarde de segunda-feira (23), em caráter emergencial, enfermeiros e agentes de epidemiologia para discutirem ações preventivas da doença nas escolas municipais e estaduais, Cmeis (centros de educação infantil) e UBS. "Trata-se de cuidados básicos, porém, essenciais na prevenção da doença. As orientações serão repassadas aos pacientes nas unidades de saúde, bem como às crianças nas escolas. Cuidados simples, como por exemplo, lavar habitualmente as mãos e proteger a boca ao tossir contribuem significativamente para se evitar a propagação do vírus. Lembrando que a maioria dos casos de gripes são tratados e monitorados em casa", explica a diretora municipal de Saúde, Gislaine Galvão.

ALERTA
No início de outubro, o médico pediatra Gerson Lavoratto previu o agravamento do problema alertando a população sobre um surto da doença na cidade. Segundo o profissional, os casos, na sua maioria, foram observados em pacientes com idade entre 12 e 14 anos contaminados em escolas e em ambientes fechados.

Conforme o pediatra, a influenza tipo B provoca infecções no sistema respiratório, que se iniciam com febre alta, dor muscular, dor de garganta, dor de cabeça e tosse seca. Uma das suas maiores complicações é a pneumonia.

VACINAÇÃO
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a meta de vacinação na cidade em 2017 foi concluída com êxito, totalizando 102,80% da população prioritária.

ÓBITO
Na última sexta-feira (20), o professor Lucas de Oliveira Lima, de 27 anos, faleceu na UTI da Santa Casa de Misericórdia de Jacarezinho. Dois dias antes, ele havia sido internado no Hospital Nossa Senhora da Saúde, em Santo Antônio da Platina, com diagnóstico de pneumonia.

A Santa Casa de Misericórdia de Jacarezinho trata a causa da morte como suspeita de H1N1. A Secretaria Municipal de Saúde de Santo Antônio da Platina, porém, informou que o resultado dos exames que irão apontar o que de fato provocou a morte do paciente deve ser divulgado dentro de sete dias pelo Lacen (Laboratório Central do Estado).
Luiz Guilherme Bannwart
Especial para a FOLHA DE LONDRINA
Casos de influenza B preocupam Santo Antônio da Platina Casos de influenza B preocupam Santo Antônio da Platina  Revisado por Blog do Chaguinhas on 09:04:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios