SURTO DE INFLUENZA B EM SANTO ANTÔNIO DA PLATINA



FONTE - NP DIARIO

Alerta do médico pediatra/hebiatra Gerson Lavoratto

O médico Gerson Lavoratto(fotos) está alertando a comunidade regional sobre um surto de Influenza B que atinge Santo Antônio da Platina e que pode chegar a outras cidades do Norte Pioneiro ,  “estamos atendendo muitos casos, principalmente na faixa de 12 a 14 anos, a maioria contaminada em escolas e outros lugares fechados”, adverte o profissional.
Influenza é o nome científico da gripe. Já a Influenza B, ou Gripe B, é a gripe causada pelo vírus influenza do tipo B, ou Cepa B. As gripes (Influenzas) são infecções do sistema respiratório que se iniciam com febre alta, dor muscular, dor de garganta, dor de cabeça e tosse seca. Uma das suas maiores complicações é a pneumonia.
Existem três tipos de influenza, A, B e C, sendo que as maiores diferenças entre elas estão nos hospedeiros do vírus e o seu potencial de causar epidemias. O vírus do tipo B é hospedado apenas em humanos (principal) e mamíferos marinhos, já o vírus A é hospedado em humanos, suínos, aves, equinos e mamíferos marinhos e terrestres, razão pela qual o Influenza A tem o potencial de causar pandemias (se espalhar pelo mundo inteiro), enquanto a influenza B pode causar epidemias (se espalhar por vários estados ou países). O vírus influenza C pode ter como hospedeiros humanos e suínos e não tem sazonalidade marcada.
Dr.Gerson afirma que as gripes são doenças comuns em todo o mundo e uma única pessoa pode adquiri-las várias vezes durante a sua vida. Ela é frequentemente confundida com outros problemas respiratórios, como o resfriado (que na maioria das vezes é causado pelo rinovírus, e não por algum subtipo do vírus influenza), por isso o seu diagnóstico certeiro só é obtido através de exames de laboratório.
Tipos -O vírus influenza B é dividido em duas cepas principais, Yamagata e Victoria. Ambas podem ser prevenidas com a vacina contra gripe do tipo quadrivalente.

Causas– O vírus influenza (gripe) é transmitido através do ar, ou seja, quando uma pessoa com a infecção tosse, espirra, ou até fala, alguém que está perto pode acabar contraindo a doença. Quem está com o vírus é mais propenso a propagá-lo desde um pouco antes dos sintomas aparecerem até cinco dias depois do seu início. Crianças ou adultos nos grupos de risco para complicações da influenza B podem transmitir o vírus por mais tempo, cerca de dez dias.
Apesar do corpo desenvolver anticorpos (defesa) contra o problema a partir do momento em que ele foi contraído, os vírus influenza estão constantemente mudando, por isso é comum que uma pessoa pegue a doença diversas vezes. A vacinação anual ajuda o corpo a desenvolver anticorpos para as mudanças que ocorreram com o vírus naquele ano, protegendo o paciente.
Lavoratto é hebiatra, ou seja uma especialização da pediatria.O médico precisa primeiro ser um pediatra. O hebiatra é um clínico geral de adolescentes.Ele aponta os fatores de risco:
Crianças com menos de cinco anos, especialmente as que ainda não completaram dois anos
Adultos acima dos 65 anos
Pessoas que residem em casas de repouso
Mulheres grávidas
Pessoas com sistema imune comprometido
Pessoas com doenças crônicas como asma, diabetes e as que afetam o coração ou rins
Obesos com Índice de Massa Corpórea (IMC) 40 ou maior.
Sintomas de Influenza B
Os primeiros sinais e sintomas da influenza B costumam aparecer 24 horas depois do contágio, entre eles:
Febre alta (acima de 38 °C)
Dores musculares
Dor na garganta
Dor de cabeça
Tosse
Espirro
Fraqueza
Coriza
Congestão nasal
Náuseas e vômitos
Diarreia- Quando além destes sintomas a pessoa passa a sentir também falta de ar, dificuldade para respirar, é necessário procurar ajuda médica o quanto antes, pois é um sinal de complicação do quadro.
A maioria das pessoas que contrai algum tipo de gripe, inclusive a causada pelo vírus influenza B, consegue se tratar em casa sem grandes problemas. Contudo, se a pessoa possui os sintomas e está no grupo que corre mais riscos de complicações é preciso procurar ajuda médica o quando antes”
Uma importante diferença entre o resfriado e a gripe (influenza) é que os primeiros sinais do resfriado costumam ser coceira no nariz ou irritação na garganta, seguidos após algumas horas por espirros e secreções nasais. Já a gripe começa com febre alta, seguida de dor muscular, dor de garganta, dor de cabeça e tosse seca. A congestão nasal é comum em ambos, mas nos resfriados, ao contrário da influenza, a maioria dos adultos e crianças não apresenta febre ou ela é baixa.
A maioria das pessoas que contrai algum tipo de gripe, inclusive a causada pelo vírus influenza B, consegue se tratar em casa sem grandes problemas. Contudo, se a pessoa possui os sintomas e está no grupo que corre mais riscos de complicações é preciso procurar ajuda médica o quando antes.
Tratamento de Influenza B – Ainda não existem medicamentos que tenham demonstrado bons resultados no combate aos vírus da influenza e do resfriado. Por isso, o tratamento é direcionado ao alívio dos sintomas da gripe. Os principais medicamentos sintomáticos utilizados são os analgésicos e antitérmicos, que aliviam a dor e a febre.
Atenção: Mesmo medicamentos que podem ser comprados sem necessidade de receita médica, como aqueles receitados para gripe, podem provocar reações indesejadas. Somente o profissional de saúde poderá indicar o medicamento mais apropriado para cada caso.

Uma pessoa diagnosticada com influenza B deve permanecer em casa, afastada do trabalho ou da escola, e evitar locais com acúmulo de pessoas. Repouso e manter boa hidratação são duas dicas importantes para garantir a recuperação.

Complicações possíveis- As principais complicações da influenza B são pneumonia e a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), além de crises de insuficiência respiratória, que podem levar o paciente a óbito se não forem tratadas imediatamente e em caráter de urgência.
Prevenção- A prevenção da influenza B segue as mesmas diretrizes da prevenção de qualquer tipo de gripe, só que o cuidado deve ser redobrado:

Evite manter contato muito próximo com uma pessoa que esteja infectada
Lave sempre as mãos com água e sabão e evite levar as mãos ao rosto e, principalmente, à boca
Leve sempre um frasco com álcool-gel para garantir que as mãos sempre estejam esterilizadas
Mantenha hábitos saudáveis. Alimente-se bem e coma bastante verduras e frutas. Beba bastante água
Não compartilhe utensílios de uso pessoal, como toalhas, copos, talheres e travesseiros
Se achar necessário, utilize uma máscara para proteger-se de gotículas infectadas que possam estar no ar
Evite frequentar locais fechados ou com muitas pessoas
Verifique com um médico se há necessidade de tomar a vacina que já está disponível contra a gripe.

FONTE - NP DIARIO
SURTO DE INFLUENZA B EM SANTO ANTÔNIO DA PLATINA SURTO DE INFLUENZA B EM SANTO ANTÔNIO DA PLATINA Revisado por Blog do Chaguinhas on 09:20:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios