Últimas notícias

NO PR - Acidente com ônibus e dois carros na BR-373, em Candói, deixa nove mortos


Um acidente entre dois carros e um ônibus deixou nove mortos na madrugada deste sábado (5) na BR-373 em Candói, na região centro-sul do Paraná, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).
Segundo a PRF, há pelo menos 30 feridos. Eles foram levados a hospitais da região.
Mais de 30 pessoas estavam no ônibus, conforme a PRF. O ônibus, ainda de acordo com a PRF, foi contratado por um consórcio de municípios da região de Realeza, que fica no sudoeste do estado.
O que foi informado pela PRF é de que um dos automóveis teria feito uma ultrapassagem proibida e bateu de frente com o ônibus.
O que diz o motorista do ônibus
O motorista do ônibus, Antônio Domingos Deguimara Crosara, de 32 anos, confirmou à RPC Ponta Ponta Grossa – por telefone – que um carro saiu para fazer ultrapassagem e acertou o ônibus de frente.
Ele disse que o ônibus é da empresa Capanema Tur e transportava pacientes que tinham ido a Curitiba para consultas médicas, na sexta-feira (4).
O motorista e os passageiros retornavam para Realeza, quando aconteceu o acidente.
Sete pessoas que morreram estavam no ônibus e duas no carro que fez a ultrapassagem, segundo a PRF.
Os ocupantes do outro veículo, também conforme a PRF, fugiram do local.
Por volta das 9h30, o trecho da rodovia, onde houve a colisão, estava parcialmente interditado, pois o ônibus não tinha sido removido. O acidente aconteceu no km 410,5 da rodovia, por volta das 3h.
A PRF relatou que equipes do Instituto Médico-Legal (IML) e do Instituto de Polícia Técnica realizaram perícias no local. Os corpos foram encaminhados ao IML de Guarapuava, na região central.

As vítimas

O Hospital Santa Clara, em Candói, recebeu 27 vítimas do acidente. Três receberam alta.
Seis feridos, que estão em estado grave, precisaram ser transferidos para o Instituto Virmond e para o São Vicente de Paulo, em Guarapuava. O condutor do carro morreu enquanto era transferido, de acordo com a PRF.
Entre as vítimas em estado grave e que foram transferidas estão três crianças: de 12 e sete anos e um bebê de um ano e quatro meses.


FONTE - G1 PARANA

Nenhum comentário